Diretor de teatro e de TV, Mauro Mendonça Filho reúne no currículo novelas como ‘O Dono do Mundo’ (1991), ‘Renascer’ (1993), ‘Irmãos Coragem’ (1995) e ‘Como Uma Onda’ (2004). Ainda na telinha, Mauro dirigiu programas e minisséries, a exemplo de ‘Memorial de Maira Moura’ (1994) e ‘A Grande Família’ (2001).

Não é a primeira vez que o diretor trabalha em parceira com Miguel Falabella. Ele dirige o ‘Toma Lá Dá Cá‘, também escrito por Miguel e Maria Carmem Barbosa.

O talento para a direção e a familiaridade com o universo teatral, Mauro é filho dos atores Mauro Mendonça e Rosamaria Murtinho, renderam ao diretor premiações como o Prêmio Shell, conquistado com o musical “Renato Russo”.

Como a China será retratada na novela?
Mauro Mendonça Filho: Nós gravamos em Hong Kong e Macau. Não iremos mostrar a China e suas tradições milenares, mas um país urbano e agitado, com muito neon, caos, e gente para todos os lados. Vamos mostrar os cassinos e as luzes, tudo com um figurino bem brega.

E o kung fu, como entrará na história?
Mauro Mendonça Filho: Teremos histórias da máfia chinesa no Brasil, que vem em busca do dinheiro roubado. Essas tramas serão trabalhadas com muito humor e principalmente kung fu, que virou uma febre mundial e está presente em vários filmes de Hollywood. Quando chineses e brasileiros entrarem em conflito, vamos ver muita luta e muita gente voando, com toda aquela fantasia da luta oriental, que será inserida no cotidiano dos personagens.

Como é a parceria profissional com Miguel Falabella? E como será este trabalho de dirigi-lo no horário das seis?
Mauro Mendonça Filho: O horário das seis está se adaptando ao Miguel e o Miguel está se adaptando à novela das seis. O Miguel é meu amigo e já o dirigi no teatro e em peças feitas por ele. E continuo dirigindo o Miguel em cena, no humorístico ‘Toma Lá da Cá’. O desafio é entender a cabeça do Miguel e, de certa forma, conseguir ilustrar o universo proposto por ele.

O Miguel é conhecido por ter um humor peculiar. A novela vai ter esse humor?
Mauro Mendonça Filho: A novela é uma comédia romântica e, por isso, não vai ter muito desse humor “escrachado”. Ele é bom o suficiente para criar produtos diferentes. Aqui é romance. Aqui tem um Miguel muito diferente, focado no ser humano.

Fale um pouco sobre o trabalho de Grazi Massafera como a protagonista Lívia.
Mauro Mendonça Filho: É um privilégio ser o primeiro diretor dela como protagonista. A Grazi tem muita verdade no que faz, além de ser muito carismática. É uma profissional em formação e que tem um enorme brilho, com talento para ser atriz. Ela é uma estrela nata e isso surpreendeu todo mundo. É uma menina estudiosa e batalhadora, além de ser uma mulher linda.

Negócio da China estréia nesta segunda-feira, dia 06.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here