Já em terras brasileiras, Branca sai do táxi e pisa com seu salto agulha no pátio da Universidade Pessoa de Moraes. Ela acredita que vai ter uma reunião com o conselho da instituição, quando pretende anunciar que o novo reitor é Fernando Macieira. Mas a viúva de João Pedro é cercada pelos professores, ansiosos para dar uma notícia bombástica: os alunos da universidade estão em protesto.

Sem entender nada, Branca é informada por Heriberto e sua trupe que os estudantes exigem transparência no processo de escolha do novo reitor. “Por isso resolveram barrar sua entrada na sala onde o conselho está reunido”, diz Heriberto.

Quando Branca olha adiante, vê que o quadro é mesmo crítico. Alunos com nariz de palhaço, caras pintadas e cartazes protestam. Mal sabe ela que a manifestação foi estimulada pelos professores Heriberto e Ignácio Guevara, pois estão morrendo de medo de que Sílvia seja eleita reitora. Muita confusão vem por aí, com conseqüências desastrosas.

A cena deve ser exibida a partir de terça-feira, dia 06.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here