Com a prova de que Clarissa não é filha de João Pedro, Branca finalmente vai se livrar de Célia Mara. Certo? Errado! A “anta de galocha” tem o desplante de aparecer na universidade no dia da reunião do conselho, e se senta bem na cadeira de presidente.

Ninguém entende como Célia Mara tem tamanha cara-de-pau. Esta, por sua vez, diz que só sai dali após a reunião, se o conselho decidir que ela está fora. Branca sobe nas tamancas e as duas têm mais uma daquelas brigas homéricas. Só param quando Macieira entra com os conselheiros na sala e elas percebem o mico que estavam pagando.

Célia Mara ainda tenta pedir o adiamento da reunião. A loura diz que ela não tem mais direito algum. Os conselhereiros olham a intrusa com desprezo. Percebendo finalmente que perdeu a batalha, Célia Mara pede demissão. E vai embora correndo, aos prantos.

Com a saída da outra, Branca retoma seu cargo, eleita por unanimidade pelo conselho. Aplaudida, ela agradece a todos e ainda dá um último fora em Heriberto, que tenta se fazer de amigo.

Já sozinha em sua sala de presidente, Branca está radiante. Sacode os cabelos daquele seu jeito e diz: “Aos que não gostam de mim, só tenho uma coisa a dizer… Eu sinto muito!”. E dá uma gargalhada vitoriosa.

A cena deve ser exibida na quarta-feira, dia 28/05.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here