Andréia vê Sílvia andando na chuva, tremendo de frio, e vai atrás dela. Sílvia é rude e segue sua caminhada sem rumo. Andréia avisa Branca. Ronildo finge dormir, quando Guigui sai. Carlão faz promessas a Bernardinho, que parece se sensibilizar. Bernardinho aperta a perna de Carlão, que grita. Branca sai atrás da filha. Sílvia diz para Branca que foi expulsa da casa de Ferraço e não tem onde ficar. Branca a leva para sua casa, onde a jovem dorme imediatamente. Ferraço tranqüiliza Bárbara e diz que Sílvia não entra mais na casa dele. Ferraço fala para Maria Paula que Sílvia não é mais um impedimento e que eles podem se casar. Maria Paula responde que nunca vai se casar com ele. Célia reclama por Clarissa não ter avisado que ia dormir fora. As duas discutem. Clarissa diz que Célia desejaria ser Branca. Júlia, Narciso e Evilásio se indignam quando lêem no jornal que Juvenal sofreu um atentado político. Ronildo tira o dinheiro da gaveta e coloca em sua mochila. Barreto diz a Gioconda que Evilásio pode se tornar suspeito do atentado. Evilásio garante que vai procurar as pessoas da Portelinha para dizer que não tem nada a ver com o que aconteceu a Juvenal. Guigui constata o roubo e avisa Juvenal, que manda fechar a saída da Portelinha. Ronildo faz Solange de refém e consegue sair. Zangado avisa Juvenal que Solange saiu escoltada por Ronildo. Juvenal sabe que a filha está nas mãos de Ronildo. Petrus avisa à mãe o que aconteceu com ele. Guigui vai com Juvenal no encalço de Ronildo.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here