Parece coisa de adolescente. Ferraço telefona para Maria Paula, ouve sua voz dizendo alô, mas não tem coragem de responder de volta. Irritada com o possível trote, ela diz cobras e lagartos para o interlocutor. Até que Ferraço resolve se acusar.

Maria Paula estranha aquela ligação, tarde da noite. O empresário mente que ligou para saber de Renato e ela responde que o menino está dormindo. Ferraço pede desculpas pelo telefonema em hora imprópria.

“Pois então, da próxima vez, olhe no relógio, antes de ligar. Você não tem que ficar me telefonando e muito menos aparecendo na minha casa, sem mais nem menos. Não gosto nem um pouco dessas surpresas”, revida Maria Paula, desligando o telefone na cara do empresário.

Ferraço fica ali parado, com o telefone na mão, meio sem ação. Nem imagina que, atrás da porta, está Sílvia, que o viu nesta situação patética. Calmamente ela volta para a cama e fica lá, de olhos abertos, maquinando algo.

A cena deve ser exibida a partir de quarta-feira, dia 26.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here