Lembram daquele esconderijo em que Socorro ficou presa na época da morte do Dorgival? O muquifo acaba de receber um novo visitante. É Zé da Feira, levado até lá após uma medida drástica de Juvenal. O líder simplesmente, ou seria justamente? Prende o sambista no pé da mesa. E ele só sai de lá depois que compor um samba!

“O problema, seu Juvenal, é que eu só conseguia compor quando tava bebendo! Agora que tô na lei seca, não sou capaz de fazer nem canção de ninar!”, lamenta Zé, ao lado da fiel escudeira, Amélia.O líder tenta levantar a moral do sambista e diz que ele é um dos orgulhos da Portelinha. “Já lhe considero um patrimônio da minha favela”, diz Juvenal, levando Zé para o tal esconderijo.

Amélia, ao ver o marido amarrado ao pé da mesa, morre de pena. Mas, segundo o líder, é a única forma de fazer a inspiração do malandro voltar, sem precisar da cachaça!

A cena deve ser exibida na quarta-feira, dia 28/05.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here