Com duas tentativas frustradas de dar cabo do “purgantinho”, Sílvia decide mudar de tática. A guerra agora é psicológica, e a morena de franja vai atingir Renato no que ele tem de mais precioso no momento: Ferraço. Afinal, não há maldade maior que destruir o mito que uma criança tem do próprio pai, ainda mais um pai ausente por 10 anos e que agora é um verdadeiro super-herói. Sendo assim, Sílvia manda entregar na escola do menino um pacote com o nome “Dossiê Passaredo”.

Ao receber a encomenda, Renato estranha. Ali mesmo, no pátio, ele folheia o dossiê, recheado com reportagens antigas. São jornais que mostram o golpe que um certo Adalberto Rangel deu numa jovem de Passaredo, anos atrás. Seu nome: Maria Paula Fonseca do Nascimento. Confuso, o menino lê as matérias, com fotos de sua mãe e depoimentos até de Jandira, que ele conhece muito bem.

Do outro lado da rua, Sílvia observa Renato. Percebe que ele ficou afetado e comemora. O menino, por sua vez, se depara com um retrato falado do tal golpista. E termina de ler a última frase da reportagem. “Adalberto fugiu sem saber que deixou Maria Paula grávida de um filho seu”, lê o menino, com lágrimas já escorrendo em seus olhos. É… Ele nunca acreditou, mas sua mãe estava certa. Pena que Renato tenha descoberto a verdade sobre o pai da pior forma possível. Pobre criança.

A cena deve ser exibida na próxima terça-feira, 13/05.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here