Neste domingo, às 17h30, entra no ar o primeiro Late Show em novo dia e novo horário. O cenário virtual também ganha cara nova. Depois de 2 anos sendo exibido nas tardes de sábado, o programa inaugura o domingo com a matéria que Luisa Mell gravou na casa de Hebe Camargo. Há alguns meses, Hebe abriu as portas de sua mansão no Morumbi, São Paulo, para mostrar seus cachorros, pelos quais é completamente apaixonada. Na semana passada, um dos bichinhos morreu e, em homenagem ao carinho e respeito da apresentadora com os animais, Luisa vai exibir a matéria outra vez. Alê Rossi, o veterinário que faz consultoria para o programa, gravou uma matéria com pombos acrobáticos. As aves dão cambalhotas durante os vôos, causando espanto com seus malabarismos. Os pombos já ganharam um apelido: Pombos Dayane dos Santos (alusão a atleta olímpica). Algumas conquistas do Late Show:

* o número de vira-latas adotados aumentou em mais de 50%, em todo o território nacional, segundo os CCZS e ONGs de proteção animal;

* vários CCZS (Centro de Controle de Zoonoses) foram fechados ou tiveram seus diretores exonerados, graças a denúncias feitas pelo programa;

* foie grass, patê feito com o fígado do ganso (o animal é obrigado a comer até seu fígado quase estourar para o patê ficar mais saboroso), também vem sendo cortado do cardápio, por pessoas que tomaram consciência do caso;

* o mesmo vem acontecendo com a vitela, depois que o Late Show mostrou que o bezerro é submetido a tortura para amaciar sua carne.

* a castração, que no início do programa era quase um palavrão, hoje é cada vez mais adotada, pois as pessoas estão se conscientizando que esta é única maneira de acabar com a super população de cães e gatos abandonados de forma direta ou indireta, o Late Show conseguiu adotar de mais de 5 mil cães e gatos.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here