Agora que fugiu da prisão, Verônica está colocando em prática seu plano de vingança! Porém, apesar de calcular friamente todos os seus crimes, a vilã às vezes parece estar um tanto quando descontrolada! Afinal, será que Verônica está enlouquecendo? A atriz Paola Oliveira responde a esta e outras perguntas em entrevista exclusiva ao site oficial da novela.

Confira:

A punição maior será psicológica…
Ainda que pareça louca, Verônica já provou que sabe muito bem aplicar sua sanidade em planos infalíveis. Já na cadeia, as lembranças de Roberto e sua rejeição atormentam a moça. Ao que parece, tudo tende a piorar. “Ela oscila entre a perda de controle e momentos em que ela recobra a consciência e consegue articular as coisas, ainda que no meio dessa confusão toda. Acontecem coisas muito lúcidas e cada vez mais a consciência dela deve perturbá-la. Mas para fazer tudo o que ela faz, realmente é necessário um quê de loucura!”, explica Paola.

A ligação com Roberto
De todas as pessoas que cruzaram o caminho da vilã, Roberto é o único por quem Verônica ainda tem carinho. Mais que isso: ela sofre por tê-lo perdido. “Ela gosta do Roberto de verdade. Atualmente é o único ponto de apoio dela. Quando ele assume que gosta de outra, é a maior perda da Verônica. Eu costumo dizer que ela não é uma psicopata exatamente pelo elo de sentimento que ela tem com o Roberto.”, opina a protagonista.

Um desafio maravilhoso
Paola tem rostinho angelical e já fez varais mocinhas ao longo de sua carreira. Como será que tem sido viver cenas de maldade intensa e muita ação? “É muito desafiador fazer essas cenas, é muito bom ser humana e ao mesmo tempo não perder a personalidade da vilã. É um desafio não deixar de lado a maldade da Verônica e, ao mesmo tempo, ter os sentimentos reais. Essas cenas tensas, como as de sequestro, por exemplo, são coisas que eu nunca havia feito.”, revela a atriz!



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here