Se fosse pela vontade do público, Gonçalo (Mauro Mendonça) seria poupado da morte em “A Favorita”. Ainda mais agora que o personagem vai descobrir que Halley (Cauã Reymond) é seu verdadeiro neto. Numa pesquisa realizada no Extra Online, 89% dos leitores pedem que o empresário não morra, mesmo depois de o autor, João Emanuel Carneiro, ter anunciado sua saída da trama.

A campanha chegou até os bastidores da novela. Mariana Ximenes faz coro com a vontade dos espectadores:
— Adoro o meu avô e adoro também contracenar com o Mauro. Estou torcendo para que ele não morra.

O mais interessado nessa história, Mauro Mendonça, não gosta de alimentar muitas esperanças quanto ao destino de seu personagem na trama:
— Gostaria muito de ficar até o fim, mas o autor já mostrou que gosta de matar os velhos nas novelas — diz Mauro, referindo-se às mortes de Afonso (Lima Duarte), em “Da cor do pecado”, e de Omar (Francisco Cuoco), em “Cobras e lagartos”.

Mas não vai adiantar choro nem vela. O autor João Emanuel Carneiro é categórico:
— Gonçalo vai morrer. Sua morte é fundamental para o desfecho da novela.

O assassinato do empresário vai marcar o início da derrocada de Flora (Patrícia Pillar) e a grande virada da história rumo à reta final.






DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here