Depois da autópsia oficial do corpo de Michael Jackson, a família do cantor contratou um patologista particular para realizar um segundo exame. De acordo com o site E!Online, o relatório estaria confirmando os dados do exame feito pelas autoridades americanas, como as marcas de agulhas pelo corpo, e os traços do anestésico Propofol em seu organismo.

Enquanto as causas da morte de Michael Jackson começam a ser confirmadas, o cerco se fecha para o médico particular do cantor. Nesta quarta, 22, oficiais do DEA, departamento antidrogas dos EUA, ocuparam e revistaram uma clínica em Huston pertencente a Conrad Murray.






DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here