A disputa que envolve o divórcio da atriz Sthefany Brito e do jogador Alexandre Pato teve mais um capítulo na segunda-feira depois que o desembargador Sérgio Jerônimo Silveira decidiu suspender o benefício que a atriz havia conseguido na Justiça, informa a coluna Retratos da Vida do jornal Extra. Sthefany havia assegurado no último dia 8 de junho uma pensão mensal de 20% do salário líquido do atleta, além de 20% de todos os ganhos que ele tenha com contratos.

O rendimento mensal do jogador gira em torno de R$ 650 mil, segundo estimativas. Isso renderia a Sthefany uma pensão de cerca de R$ 130 mil. Antes da decisão, o advogado do jogador, João Paulo Lins e Silva, havia oferecido R$ 5 mil mensais durante um ano para a atriz, que recusou a proposta.

Pato pediu separação litigiosa — quando um dos dois não aceita ou não chega a acordo — no dia 29 de abril. Como estava na Itália, a atriz só soube que Pato propôs, na Justiça brasileira, pagar R$ 5 mil de pensão quando chegou ao Brasil, dia 22.






DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here