Primeiro, Ariane chama Leo e conta sobre o resultado dos últimos exames de Marta. Quer que ele esteja por perto quando der a notícia para sua paciente. Marta chega ao consultório bastante animada. Tem esperança de que as coisas tenham melhorado. Mas, não.

O tratamento ao qual tem se empenhado tanto, não está dando resultado. A doença avançou, se espalhou por outros órgãos do corpo, fígado, pulmão. Ela está com metástase. Marta custa a entender, mas a palavra metástase é definitiva. Ela sente o golpe.

Ariane continua na dura tarefa de comunicar toda a verdade: “…Enquanto havia chances de cura, nós tentamos”. As lágrimas escorrem pelo rosto de Marta: “Não há nada a ser feito?”.

Infelizmente, Ariane não pode dizer que ela vai ser curada como queria, mas garante que vai estar ao lado dela, sempre.

Marta entra em desespero: “Eu vou morrer? Vou morrer?”. E cai num choro sentido.





DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here