Depois que Juan Carlos já está em casa, bem instalado em seu berço como o mais novo membro daquela família, Garcia puxa Dora para uma conversa séria. Quer repetir um pedido que já fez outras vezes: “Casa comigo?”. Surpreendida, Dora hesita. Não quer magoar Maradona, mas também não quer se comprometer. Por isso, adia mais uma vez a resposta há muito esperada pelo parceiro. “Me dá mais um tempo”, ela pede.

“Prometo pensar com carinho sobre seu pedido.” Diante da cara de tristeza de Garcia, Dora procura palavras para animá-lo: “Já somos um casal para todos os efeitos”. Mas Garcia já não se contenta mais com promessas nem frases de efeito.

É um homem e precisa ser tratado como tal. Dora entende: “Reconheço que judiei de você”. Garcia relembra que eles tiveram apenas uma única vez juntos e isso bastou para que Juan Carlos nascesse. Dora diz que não se arrepende e, como prova disso, retribui com um grande beijo em Maradona, talvez o primeiro que eles tenham trocado com tanto carinho e amor (ainda que sem a paixão que ele gostaria que tivesse).

Um pouco mais afastada, Rafaela aparece, vê a cena e sorri. O seu sonho de ter um pai e uma família parece cada vez mais próximo. Ou não?



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here