A Dona do Pedaço - Agno conversa com Cassia e Leandro (Globo/Paulo Belote)
A Dona do Pedaço – Agno conversa com Cassia e Leandro (Globo/Paulo Belote)

Em A Dona do Pedaço, depois de ser assediada por Lauro (Ricardo Monastero), Cássia (Mel Maia) se une  Alba  (Catarina de Carvalho) e Merlin (Cadu Libonati) para pegar o pedófilo. Eles conseguem atrair o homem para um shopping, mas a história será a maior confusão.  Assim que percebe que caiu em uma armadilha, o pedófilo foge e é perseguido por Merlin.

A Dona do Pedaço: Vivi sofre com castigo de Camilo após encontrar Chiclete

Enquanto isso, Agno (Malvino Salvador) e Leandro (Guilherme Leican) chegam ao shopping e encontram Cássia na praça da alimentação. “Cássia, eu já soube a loucura que você aprontou…”, diz o empresário. “Depressa… ele correu pra lá. O Merlin foi atrás”, avisa a adolescente.

Agno e Leandro se separam para procurar pelo o shopping e o pai de Cássia acha Lauro fazendo Merlin de refém com uma faca. “Larga o garoto”, diz Agno. “Se der mais um passo… ele já era”, ameaça o pedófilo. Vendo a falta de reação do empresário, o criminoso reage. “Acabou a coragem? Você também vai pro porta-malas. Entra no porta-malas… ou o garoto… já sabe”, ameaça mais uma vez.

Só que Leandro vai chegar no estacionamento. “Larga o garoto”, exige. “Quem… quem é você?”, questiona o pedófilo. “ Larga. Eu nem preciso mirar pra acertar. Larga”, diz Leandro apontando uma arma para Lauro. O pedófilo larga o adolescente, mas acaba esfaqueando o namorado de Agno, que reage e atira no criminoso, que será preso.

Mais tarde, Agno deixará Leandro sozinho no hospital para repreender Cássia por agir de forma tão perigosa. “Eu não pensei que ia chegar a tanto. Eu achei que a gente ia gritar no shopping… que ele ia ficar acuado”, justifica a garota. “Filha… um rato quando acuado ataca”, lembra o empresário. “É um homem perigoso… que aconteceu com ele?”, questiona Lirys (Débora Evelyn). “Ele levou um tiro… por sorte não em região mortal”, diz Agno. “Decerto também será processado por porte ilegal de arma”, diz a mãe de Cassia. “Eu… disse que a arma era minha. Vou levar um processo, mas não resultará em condenação expressiva. Mas o que me importa, Cássia, é você. Tem que ter mais juízo. Não pode correr riscos. Esse homem podia ter atacado vocês. Ou ferido seu amigo Merlin”, repreende o empresário.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here