Os alunos vão à casa de Helena. Jaime diz que está se sentindo culpado. Os alunos pedem para Helena voltar para a escola. Os alunos falam a Helena que a Patrulha Salvadora vai entrar em ação para levá-la de volta à escola. Suzana afirma a Firmino que os alunos a encararam na sala de aula e está com medo do dia seguinte. Suzana diz a Firmino que vai precisar muito da ajuda dele. Daniel fala aos amigos que eles trataram muito mal a professora Suzana. Rafael conta a Eloisa que ele e Miguel vão conversar com Sr. Morales. Valéria diz a Suzana que se ela pensa que a sala vai gostar dela como gosta de Helena, ela está muito enganada. Miguel e Rafael organizam uma lista de assinaturas para Helena voltar à escola. Suzana começa a dar aula, os alunos estão quietos, sem reação. Valéria provoca Suzana ao dizer que ela não é amiga de quem não merece. Matilde diz a Olívia que sem Helena os alunos vão tomar conta da escola. Olívia diz a Matilde que vai ligar para o Sr. Morales e vai tornar o afastamento de Helena permanente. Valéria diz aos colegas que Suzana é uma fingida, pois quer tomar o lugar de Helena. Maria Joaquina também se rebela contra Suzana. Miguel e Rafael vão ao escritório de Morales. Suzana segue com a aula, mas os alunos não interagem com ela. Mário taca um giz em Suzana, enquanto ela escreve no quadro negro. Suzana começa a chorar. Morales diz a Rafael e Miguel que diretora Olívia tem autoridade na escola, não pode intervir. As meninas planejam dar um “presente” a Suzana. Morales diz a Miguel e Rafael que vai fazer o possível para ajudar. Cirilo convida Maria Joaquina para tomar um sorvete.



1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here