MSN

sábado, 20 de julho de 2024

Após Luciano Huck, Ana Maria Braga se revolta na Globo: “Uma tremenda injustiça”

Ana Maria Braga se revoltou ao vivo na Globo e soltou o verbo em relação a projeto de Lei

-

-

Bruno Silva
Bruno Silva
Redator de notícias desde 2013, com passagens em diversos sites. No Área VIP, trago notícias com credibilidade e responsabilidade aos leitores, sobre o mundo da TV, a vida dos famosos e os acontecimentos mais importantes das novelas.
Ana Maria Braga (Reprodução/Globo)

Na manhã desta segunda-feira (17), a apresentadora Ana Maria Braga acabou se pronunciando contra o PL Antiaborto por Estupro. Na oportunidade, a apresentadora falou sobre o projeto de lei, que acaba comparando o aborto após 22 semanas de gestação, como crime de homicídio, inclusive, no caso em que mulheres são estupradas e ficaram grávidas.

- Continua após o anúncio -

Ao dar a sua opinião, Ana Maria Braga falou que o projeto era um retrocesso aos direitos conquistados a duras penas.

+ Saiba quanto a Netflix pagou para divulgar Bridgerton dentro do Mais Você, de Ana Maria Braga, na Globo

“Estou me colocando junto aos juntos que ficaram indignados. Uma gravidez causada por estupro é um trauma irreparável e não é fácil buscar caminhos, muitas vezes, no país em que vivemos. Você não acha UPA, não acha quem faça, médico”, disparou Ana Maria Braga.

- Continua após o anúncio -

Ela ainda questionou a punição da mulher que aborta ser maior que a do estuprador. O projeto de Lei, vale dizer, é do deputado Sóstenes Cavalcante (PL-RJ), o mesmo limita o aborto a até 22 semanas de gestação, prevendo pena de 20 anos de prisão para a mulher e quem a auxiliar na interrupção da gravidez.

“Políticos, a gente espera que o projeto não seja aprovado sem uma discussão ampla porque representa uma injustiça. É fácil falar para entregar o filho para adoção, como eu escutei. Mas queria saber se fosse alguém da sua família [estuprada], e aí, como iria fazer? Isso acontece todo dia”, continuou ela.

- Continua após o anúncio -

A pena prevista para estupro atualmente no Brasil é de 6 a 10 anos, quando existe lesão corporal é de 8 a 12 anos. Cerca de 61% das vítimas de estupro no país em 2021 eram crianças e adolescentes com 13 anos ou mais.

+ Ana Maria Braga liga modo ‘sincerão’ e diverte seguidores com ‘indiretas’ nas redes sociais: ‘Resto é acessório’

Veja o desabafo completo da apresentadora no vídeo a seguir!

LUCIANO HUCK TAMBÉM SE MOSTROU INDIGNADO 

Na noite de ontem (17), durante o Domingão na Globo, o apresentador Luciano Huck também se mostrou revoltado diante do projeto de Lei…Leia mais!

- Continua após o anúncio -

Continue por dentro com a gente: Google Notícias , Telegram , Whatsapp

Bruno Silva
Bruno Silva
Redator de notícias desde 2013, com passagens em diversos sites. No Área VIP, trago notícias com credibilidade e responsabilidade aos leitores, sobre o mundo da TV, a vida dos famosos e os acontecimentos mais importantes das novelas.