foto: Reprodução

Crise no jornalismo do SBT. A Folha recebeu informações sobre uma reportagem investigativa, realizada pela emissora, relacionada à prefeitura de Santana do Parnaíba, na Grande São Paulo.

De acordo com a coluna Outro Canal do jornal Folha de S.Paulo, uma equipe do canal realizou uma grande apuração sobre um suposto esquema de funcionários fantasmas na prefeitura em questão.

Com uma câmera escondida, o jornalismo do SBT tentou gravar funcionários da prefeitura trabalhando em outros lugares durante o expediente.

Com as imagens em mãos, a equipe envolvida foi procurar o prefeito da cidade, Silvio Roberto Cavalcanti Peccioli, para ouvi-lo sobre a denúncia. Foi aí que veio a ordem da direção do SBT: a reportagem não poderia ir ao ar. Nos bastidores, diz-se que o embargo é por conta da TV Alphaville (do Grupo Silvio Santos), que fica em Santana do Parnaíba.

O SBT nega que a reportagem tenha sido vetada. Diz apenas que falta ouvir a prefeitura para que ela vá ao ar.

A prefeitura de Santana do Parnaíba, via assessoria de imprensa, confirma ter sido procurada pelo SBT e nega manter relações com a TV Alphaville. Informa que a não exibição da reportagem foi uma decisão do canal, por considerar que não há irregularidades na prefeitura.





DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here