MSN

segunda-feira, 20 de maio de 2024

Clara Moneke chora no ‘É De Casa’ e valoriza ancestralidade: “privilégio”

Atriz de 'No Rancho Fundo', Clara Moneke não conteve as lágrimas com homenagem da família

-

-

Fernando Melo
Fernando Melo
Colunista sobre o mundo da TV, celebridades, influencers e personalidades da mídia em geral, atuante no segmento desde 2012, com passagens por diversos sites. No Área VIP, além de colunista, é coordenador de redação.
Clara Moneke no É De Casa
Clara Moneke no É De Casa – Foto: TV Globo

A atriz Clara Moneke participou do programa matinal da TV Globo, ‘É De Casa‘, neste sábado, 13 de abril, e durante o ao vivo, ela comentou sobre a sua participação na nova novela das 18h, ‘No Rancho Fundo‘. Ainda na atração, ela acabou indo às lágrimas ao receber uma linda homenagem de sua família, chegando a valorizar sua ancestralidade.

- Continua após o anúncio -

A jovem atriz de 25 anos, que ganhou grande destaque em ‘Vai na Fé’, trama das sete exibida pela Globo em 2023, chorou com os recados da família. Após assistir aos vídeos enviados ao ‘É De Casa’, Clara Moneke destacou: “Minha família é tudo o que eu tenho, é a base para eu continuar trabalhando. É difícil pra mim porque eles moram em São Paulo. Amo vocês”, declarou ela, chorando muito.

+ Clara Moneke retorna às novelas e celebra: “Acabou o suspense”

Em seguida, após os recados do irmão Lucas e do pai Chiedu Moneke, que é nigeriano, Clara reafirmou o orgulho de sua ancestralidade. “Eu, como uma negra, retinta, brasileira, saber de onde eu vim, é um privilégio. Eu não precisei procurar minhas raízes, elas já estão aqui, eu estou plantada neste solo, que é meu. E isso é um privilégio, porque nós, enquanto negros, estamos sempre sendo distanciados do que é nosso, é sempre dado como negativo, sempre demonizada a nossa cultura”, afirmou a atriz.

- Continua após o anúncio -

Clara Moneke fala de personagem em ‘No Rancho Fundo’

Adiante, Clara falou sobre sua personagem em ‘No Rancho Fundo’, afirmando que ela viverá uma mulher batalhadora, que luta por sua independência, mesmo vivendo em um lugar distante no sertão nordestino. “Caridade é uma mulher à frente do seu tempo e do local onde ela está. As irmãs querem arrumar um casamento e sair de casa, e ela não espera que as pessoas façam algo por ela. Ela trabalha à noite, ela corre atrás do que ela quer, e ela vai conseguir“, disse ela.

+ Amaury Lorenzo vence o ‘Melhores do Ano’, dedica prêmio ao Diego Martins e celebra Clara Moneke: “Esse prêmio também é seu”

- Continua após o anúncio -

Em seguida, a atriz comparou Caridade à primeira princesa negra da Disney. “Vejo ela como a Princesa Tiana, a primeira princesa negra da Disney, e é bom ter essas referências”, comentou. Ela ainda lembrou de sua personagem em ‘Vai na Fé’. “Ninguém é 100% bom ou mau. A gente erra, a gente tropeça, e a Kate fazia isso o tempo todo. Tenho muito orgulho de hoje ter uma condição de vida melhor e ajudar minha família.

Por fim, ela voltou a falar da família e lembrou do pai, afirmando: “Quando nasci, em São Paulo, meus pais tinham um restaurante nigeriano e, na família da minha mãe, também tudo era comida. A comida tem esse poder de afeto, de união”, destacou ela, enfatizando que hoje em dia seu pai não consegue mais trabalhar devido a problemas de saúde.

- Continua após o anúncio -

Continue por dentro com a gente: Google Notícias , Telegram , Whatsapp

Fernando Melo
Fernando Melo
Colunista sobre o mundo da TV, celebridades, influencers e personalidades da mídia em geral, atuante no segmento desde 2012, com passagens por diversos sites. No Área VIP, além de colunista, é coordenador de redação.