O Tempo não Para - Dom Sabino - Marocas e Agustina (Globo/João Miguel Júnior)
O Tempo não Para – Dom Sabino – Marocas e Agustina (Globo/João Miguel Júnior)

As equipes de cenografia e efeitos visuais e especiais se uniram para trabalhar em um projeto desafiador da próxima novela das sete, ‘O Tempo Não Para’: as sequências de naufrágio do navio Albatroz e congelamento da família Sabino Machado. A embarcação completa foi modelada em 3D pela equipe de efeitos visuais, mas contou com alguns cenários produzidos para as gravações, como o convés, o salão de jantar, as cabines e a sala de máquinas.

O cenário da casa de máquinas, com 24 m², foi construído dentro de um tanque com capacidade para 90.000 litros de água, que foi inundado em apenas 20 segundos. Na novela, quando o navio se choca com o iceberg, é pela casa de máquinas que a inundação começa. E foi a equipe de efeitos especiais que finalizou essas sequências. Já a simulação do iceberg e descongelamento ficaram a cargo da equipe de efeitos visuais. Cerca de 30 pessoas da área foram destacadas para as cenas, que exigiram um estudo aprofundado para reproduzir o bloco de gelo em que os “congelados” estão. Foi necessário planejar toda a estrutura, da textura ao formato, até a translucidez e os pequenos cascalhos que caem no processo de descongelamento.

O primeiro a ver o imenso bloco de gelo, que conta com 30 metros de comprimento x 17 metros de largura x 16 metros de altura, na praia do Guarujá, é Samuca (Nicolas Prattes). Para gravar essas cenas, foi colocado um chroma key em alto-mar sustentado por uma balsa de mesmo comprimento do iceberg para demarcar a área onde foi inserido o bloco de gelo em computação gráfica e para orientar o ator durante os takes. Também foram simulados virtualmente detalhes como a fumaça do navio, a rachadura no casco feita pelo iceberg, o mar e a reação da água quando bate no barco, gerando onda e espuma.

O Tempo Não Para’, próxima novela das sete, acompanha a história de uma família congelada, em 1886, que desperta nos dias de hoje e precisa lidar com os choques temporais. De Mario Teixeira, com direção artística de Leonardo Nogueira, a novela estreia dia 31 de julho. A obra conta com colaboração de Bíbi Da Pieve e Tarcísio Lara Puiati, e direção-geral de Marcelo Travesso e Adriano Melo.

Veja também:

Conflitos temporais, humor e realismo conduzem próxima novela das sete



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here