MSN

quarta-feira, 19 de junho de 2024

“MasterChef Profissionais” chega à quinta temporada com retorno de Henrique Fogaça e três eliminações na estreia

Fogaça, que se afastou das gravações durante a décima temporada do MasterChef amadores, voltou com tudo

-

-

Redação
Redação
Venha fazer parte da nossa equipe de colaboradores! Saiba mais!
MasterChefProfissionais
MasterChefProfissionais (Renato Pizzutto/Band)

A Band estreia na próxima terça-feira (19), às 22h30, a quinta temporada do MasterChef Profissionais. A edição com nove episódios marca o retorno de Henrique Fogaça, que chega com ainda mais fome e cheio de exigências para se unir a Erick Jacquin e Helena Rizzo no time de jurados. A pitada de pimenta fica por conta de Ana Paula Padrão, do jeito que só ela sabe fazer.

- Continua após o anúncio -

Ana Carolina apresenta menu marcante e conquista título de MasterChef Brasil 2023

Dessa vez, 14 experientes profissionais, de diversos cantos do Brasil, entram na competição para se desafiar ao extremo, elevar suas carreiras e tentar se consagrar como o grande vencedor de 2023. Logo de cara, três competidores serão eliminados, o que significa que ou eles se esforçam para serem os melhores ou estarão fora do jogo num piscar de olhos. “Teremos mais pessoas representando o Brasil. Ver participantes com outras referências, que cresceram experimentando receitas que não são do Centro-Sul, proporciona um colorido a mais para a disputa. Sem contar as personalidades, que são totalmente distintas e irão causar alguns confrontos significativos”, avalia a apresentadora.

Ao longo dos embates, os cozinheiros, que têm entre 28 e 50 anos, vão enfrentar provas cada vez mais difíceis nas quais o nível de superação é quase impraticável. Seja com ingredientes nobres ou restos de comida, será preciso mostrar talento, criatividade e agilidade a todo momento. “Fiquei impressionada com a habilidade dos concorrentes porque eles trazem alguns truques inéditos nunca vistos em nove anos de programa. Foi a primeira vez que presenciamos, por exemplo, um prato caindo no chão antes da degustação dos jurados“, adianta a diretora Marisa Mestiço sem dar spoiler sobre uma possível desclassificação.

- Continua após o anúncio -

Os candidatos ao troféu terão de colocar em prática toda a experiência adquirida no universo da gastronomia, passando por desafios de serviço onde os próprios jurados trazem seus menus e criações de sucesso para serem reproduzidos. Replicar receitas de Helena Rizzo, Erick Jacquin e Henrique Fogaça, com muitas técnicas e processos em um curto espaço de tempo, será um grande pesadelo. Os profissionais ainda terão de enfrentar uma missão quase impossível durante uma viagem, o que causará muita correria e confusão.

Após pausa, Henrique Fogaça anuncia retorno ao MasterChef Brasil

- Continua após o anúncio -

Volta de Fogaça

Fogaça, que se afastou das gravações durante a décima temporada do MasterChef amadores, voltou com tudo e disposto a comer bem. “Esse tempo foi necessário para mim. Além do MasterChef, tenho meus restaurantes, três filhos, vida pessoal e profissional para conciliar, então chegou uma hora que o cansaço falou mais alto. Eu estava sobrecarregado e meu médico pediu para desacelerar, mas agora estou cheio de energia para ver essa disputa pegar fogo”, garante. “A minha postura vai ser a mesma de sempre. Sou muito transparente e justo na hora de avaliar. Para estar nesse programa precisa ter muita coragem e determinação, afinal, eles vão se expor em rede nacional mesmo já tendo muita bagagem“.

O MasterChef Profissionais é a competição gastronômica de mais alto nível da televisão brasileira. O foco é entregar pratos perfeitos, que conquistem os mais renomados e experientes jurados. Um jogo onde não há espaço para erros. “Tem gente muito preparada, que vai trabalhar de forma diferente, e eu acabo sendo mais exigente com os profissionais. Não dá para você debater com alguém que já é do mercado como fala com um cozinheiro amador“, explica Jacquin.

Henrique Fogaça é atacado por Quati e vai às pressas ao hospital: ‘Tomei uma mordida’

Para Helena, o grande diferencial serão as provas. “Elas estão bem difíceis, fora da curva. Ninguém ficou confortável, mesmo sendo profissional do ramo ou até dono de restaurante. Na cozinha, quanto mais sabemos, menos conhecimento nós temos porque existe uma infinidade de coisas para aprender. É por este motivo que eu acredito que quando somos humildes em todos os sentidos, nos abrimos para o novo”, conclui.

- Continua após o anúncio -

Continue por dentro com a gente: Google Notícias , Telegram , Whatsapp

Redação
Redação
Venha fazer parte da nossa equipe de colaboradores! Saiba mais!