Portal MSN

No ‘Encontro’, irmã de MC Daleste diz que o funkeiro previu a própria morte: ‘Vou morrer assim’

A irmã do funkeiro revelou que ele teve uma premonição antes de morrer.

-

-

Cesar Nascimento
Cesar Nascimento
Redator de entretenimento com anos de experiência e conhecimento na área de engajamento social, marketing e edição. Já passei por vários portais, escrevendo sobre temas diversos, como cinema, games e muito mais. No Área VIP, tenho como foco trazer as últimas notícias sobre TV, famosos e Reality Shows.
Carol, irmã de MC Daleste – Reprodução/TV Globo

Carol, irmã de MC Daleste, foi uma das convidadas do programa “Encontro com Patrícia Poeta” desta sexta-feira (23). Falando sobre o lançamento do documentário “MC Daleste – Mataram o Pobre Loco”, ela fez revelações envolvendo o irmão antes do triste incidente que terminou com a sua morte.

- Continua após o anúncio -

MC Daniel recupera Land Rover avaliada em R$ 700 mil após furto no Rio de Janeiro

Segundo ela, ainda existem poucas informações sobre os responsáveis. Apesar da procura por respostas, a irmã do MC afirmou que a família quer apenas “justiça” e não busca vingança. “O maior propósito é solucionar o crime. A gente não está atrás de vingança, só queremos justiça, que é direito de todo ser humano, o mínimo. E o descaso foi demais”, disse.

Sobre o documentário, Carol disse que reviver tudo o que aconteceu é muito difícil. “Reviver tudo isso é difícil, mas sei que o propósito disso é ainda maior”, comentou.

- Continua após o anúncio -

MC Daleste teve uma premonição sobre a sua própria morte

Carol ainda contou que antes de morrer, MC Daleste teve uma premonição em que era atingido por um tiro, assim como aconteceu na vida real. Ambos estavam assistindo a uma série quando o cantor falou sobre o assunto.

MC Bin Laden relembra MC Kevin e quer homenagear o cantor no BBB24

- Continua após o anúncio -

“Quando ele tomou um tiro, ele ainda não era famoso. Mas estávamos assistindo à série e ele virou para a família toda e falou: ‘eu vou morrer assim, eu vou abrir os braços e vou tomar um tiro’. Isso ficou gravado na minha mente”, contou.

Para completar, Carol cobrou respostas sobre o que aconteceu com o irmão, dizendo que nem mesmo teriam dito qual o calibre da bala que o atingiu. “Eu não sei o calibre da bala que matou meu irmão, eles não tiveram a capacidade de me responder isso. Ele me chamava de ‘irmãe’. A dor que eu tenho hoje é de mãe. Como se eu não tivesse perdido um irmão, mas como se eu tivesse perdido um filho”, afirmou.

- Continua após o anúncio -

Continue por dentro com a gente: Google Notícias , Telegram , Whatsapp

Cesar Nascimento
Cesar Nascimento
Redator de entretenimento com anos de experiência e conhecimento na área de engajamento social, marketing e edição. Já passei por vários portais, escrevendo sobre temas diversos, como cinema, games e muito mais. No Área VIP, tenho como foco trazer as últimas notícias sobre TV, famosos e Reality Shows.