MSN

domingo, 19 de maio de 2024

Repórter da Record é ameaçado ao vivo: ”Apaga tudo”

O repórter da NDTV Record Stevão Limana foi hostilizado por manifestantes pró-Bolsonaro em Santa Catarina. Confira!

-

-

Gabriel Arruda
Gabriel Arruda
Gabriel Arruda é redator web especialista em notícias dos Famosos brasileiros e das Celebridades, Influencers e Personalidades da mídia em geral.
Stevão Limana e manifestantes em Santa Catarina (Foto – Twitter)

Depois do fim das eleições no Brasil, no último dia 30 de outubro, alguns manifestantes a favor do presidente Bolsonaro resolveram ocupar rodovias ao redor do país. Os atos bloqueiam vias de tráfego, pedem golpe de estado ou uma nova eleição. A Polícia Militar, o Choque e a Polícia Rodoviária Federal trabalham para dispersar os manifestantes.

- Continua após o anúncio -

Luana Piovani gera polêmica após opinar sobre Bolsonaro e Lula

Dessa maneira, a imprensa está realizando a coberta dos atos e trazendo informações a cada minuto para a população. O jornalista Stevão Limana e o cinegrafista Lucas Fernandes, da NDTV Record, que fica localizada na cidade de Blumenau, Estado de Santa Catarina, foram ameaçados pelos manifestantes pró-Bolsonaro. Os integrantes da Record TV estavam na BR-470 fazendo reportagem sobre o assunto.

A situação aconteceu enquanto Stevão estava ao vivo no programa Tribuna do Povo. Um dos manifestantes afirma o seguinte: ”Não filma […] Apaga o vídeo aí, apaga tudo agora!”, diz um deles ao se aproximar dos profissionais de comunicação. E ainda reitera: ”Acabou a tua reportagem […] nós vamos quebrar a câmera.”, exclama.

- Continua após o anúncio -

No programa ao vivo, o repórter tenta se explicar: ”Eu sou um jornalista, estudei 5 anos para isso. A informação é isso.”, comenta. Um outro manifestante aponta que ‘A Globo é um lixo’ e Stevão relata que trabalha para a Record. O comunicador chega a mostrar a logo da emissora, presente no microfone, para os manifestantes e se mostra apreensivo. Um dos manifestantes prossegue: ”Você estão tudo aparelhados”, aponta.

Limana conversou com o portal ‘Splash UOL’ e deu mais detalhes sobre o que aconteceu com ele e seu colega de trabalho. Ele conta: ”Um deles [dos manifestantes] apontou [para a equipe de reportagem] e vieram mais ou menos 12 homens para nos intimidar. Eu estava ao vivo no momento.”, analisa.

- Continua após o anúncio -

O repórter declara que só estava realizando seu trabalho: ”Eu estava relatando que um motorista tinha acabado de passar e o pessoal tinha ameaçado quebrar o carro dele, pois não concordava com o movimento. Argumentei que só estava informando e eles diziam que tinha que informar o ‘lado certo’ da notícia”, pontua.

Jornalista chora ao vivo após saber da derrota de Bolsonaro: “Não conseguimos”

Stevão comunica que seu colega de trabalho foi ameaçado de morte: ”Eles encostaram no Lucas, ‘bateram’ no peito dele, afirmando que se mostrasse o rosto na tela, ele ia morrer. A gente estava ao vivo, tentei argumentar de forma tranquila, pois sabendo se eu me exaltasse ia ser algo pior.”, conta.

 

- Continua após o anúncio -

Continue por dentro com a gente: Google Notícias , Telegram , Whatsapp

Gabriel Arruda
Gabriel Arruda
Gabriel Arruda é redator web especialista em notícias dos Famosos brasileiros e das Celebridades, Influencers e Personalidades da mídia em geral.