Leotty Junior/AgNews

No ‘Conexão Repórter’ desta quinta-feira, 15 de novembro, Roberto Cabrini traz histórias de brasileiros marginalizados pela justiça. Todos os dias, seres humanos são acusados, denunciados e condenados, mas existe o abismo existente entre os que podem pagar bons advogados e os que vivem à sombra do descaso e do abandono.

O programa relembra o caso que ficou conhecido como um dos maiores erros policiais e judiciais do Brasil, o “Caso da Mamadeira”. Em outubro de 2006, Daniele é presa sob a acusação de ter colocado cocaína na mamadeira da filha Vitória, de um ano. Seis anos depois, o programa voltou à cidade de Taubaté, no interior paulista, para registrar as sequelas de um crime que ela não cometeu. “É muito difícil viver com uma dor que não passa. Eu não pude participar do enterro da minha filha”, desabafa.

Cabrini mostra ainda o drama de Odair e Marcelo, que tentam provar que não participaram do célebre assalto a uma loja de relógios de luxo, em um shopping de São Paulo, em junho de 2010. Eles respondem ao processo em liberdade, mas vivem com o medo de represálias. “Nunca estive lá, nem passei nem perto desse shopping”, afirma um dos acusados.

E ainda: a história de dois amigos acusados pelo roubo de veículos importados, de acordo com as versões apresentadas pela acusação e pelos rapazes.





DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here