Alexandre Correa e Ana Hickmann - Reprodução/Instagram
Alexandre Correa e Ana Hickmann – Reprodução/Instagram

Quase três anos após a tentativa de assassinato que chocou o Brasil e quase tirou sua vida, a apresentadora Ana Hickmann está novamente sendo alvo de um ato covarde, porém, desta vez, o marido da loira, Alexandre Correa, resolveu expôr o rosto do suspeito, e fez um grande apelo em sua conta do Instagram na manhã desta quarta-feira (24).

Identificado como Erinaldo Santos Silva, o empresário pediu encarecidamente que o homem possui uma atitude semelhante ao do fã obcecado Rodrigo de Pádua, que protagonizou momentos de aflição e terror em 2016, quando abordou a comandante do ‘Hoje em Dia’ e foi morto pelo cunhado de Ana, Gustavo.

“Pessoal, peço a atenção de todos vocês, pois novamente de maneira covarde, a Ana Hickmann está sendo ameaçada por esse cidadão que diz ser “Erinaldo Santos Silva” . Sua conduta na rede social, tem sido identifica a atitude do Rodrigo de Padua, o que nos causa pânico e nos deixa em total estado de alerta novamente”, explicou o empresário, que recentemente surgiu ao lado do presidente Jair Bolsonaro, e da amada.

Alexandre Correa expôs suspeito - Reprodução/Instagram
Alexandre Correa expôs suspeito – Reprodução/Instagram

Alexandre ainda enfatizou que, como marido, pretende proteger a companheira de todas as formas possíveis, evitando que o trauma que marcou a vida de Ana volte à tona novamente. “Na condição de marido, que só tem a intenção de proteger sua família, peço encarecidamente e humildemente que se se alguém tiver notícia ou souber quem é essa pessoa, nos informe. Garantimos total sigilo e recompensa. Muito obrigado pela ajuda de vocês! Não podemos deixar isso continuar!”, concluiu.

Tentativa de homicídio

Vale lembrar que, a tentativa de crime ocorreu em maio de 2016, quando a modelo estava hospedada num hotel em Belo Horizonte. O agressor tentou atingir a artista, e, obcecado, atirou contra a assessora da loira, Giovana Oliveira, esposa do seu cunhado, que o assassinou em legítima defesa.

Na época, o caso repercutiu de uma forma impressionante, chegando a se tornar assunto na mídia do exterior. Meses após o ocorrido, Ana prestou depoimento, e no ano seguinte, Gustavo se tornou réu no processo sobre a morte do fã obcecado, e prestou audiência na região em que o fato sucedeu.

Veja também:

Ana Hickmann critica haters e sai em defesa de Marquezine: “Seguidor chato não precisa”



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here