Carla Vilhena / Instagram

Polêmica! Carla Vilhena usou as redes sociais para rebater uma reportagem exibida pelo programa ‘Fofocalizando’, do SBT, na tarde desta terça-feira (25). Mais cedo a jornalista havia feito um post reclamando de um baile funk que aconteceu perto da sua casa.

A reclamação da comunicadora foi abordada na atração e ela não gostou nada da opinião dos apresentadores e usou o Twitter para detonar a abordagem feita por Leo Dias Lívia Andrade.

“Amigos, programas da TV esta tarde me atribuíram palavras que eu não disse, para me colocar em contraponto ao pessoal do funk. Quem tiver a paciência de ler meus tweets, vai ver que em hora nenhuma eu julgo gênero musical. Digo apenas que acho o pornô uma porcaria”, disse ela, que explicou por tópicos os assuntos da reportagem.

“Apresentadores do programa Fofocalizando entrevistaram um funkeiro e falaram da minha atitude, me colocando contra toda uma população de frequentadores, sem me procurar e faltando com a verdade”, comentou e em seguida falou sobre o colunista. “Leo Dias, não preciso de mídia. Meu trabalho é com empresas, não com o público”.

Em seguida, ela falou sobre a Lívia. “Lívia Andrade, não sou contra nenhum pai de família que viva do gênero funk. Sou a favor do direito que eu e todos os trabalhadores que acordam cedo na segunda-feira têm de dormir e não ouvir a pornografia explícita (perdoem a redundância) das letras. O outro apresentador, eu nem cito o nome porque não merece o palanque. Lívia eu acho divertida e por isso a incluí. Sei que muitos pensam como eu e agradeço o apoio. Outros têm interesses escusos e querem as coisas como estão, conforme eu já citei nos meus tweets anteriores”.

A jornalista também agradeceu o apoio que recebeu do apresentador Décio Piccinini, que também participa da atração. “Décio Piccinini , obrigada por tentar colocar um pouco de bom senso. Não pude ouvir a entrevista por estar o dia todo em conexões de 3 voos con destino ao interior do Tocantins. Soube por amigos. Grata”.

No final, Carla falou sobre a polêmica que se envolveu. “Sou conhecida por minha capacidade de manter o diálogo até os limites do possível. Pretendo continuar assim. Por isso, embora saiba q posso até “decepcionar” alguns, não sou a favor de nenhum tipo de violência, nem aquela “supostamente” para restabelecer a ordem e cumprir a lei”.

Veja:

Entenda o caso

Carla Vilhena reclamou do barulho de um baile funk, que acontecia perto de sua casa, na madrugada do ultimo dia 24 de junho, por meio de suas redes sociais.

Carla chamou o gênero musical de “porcaria” e “nojeira”, que aliena o público jovem e que está a serviço do tráfico de drogas. Veja o que ela disse!

Veja também:



5 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here