Chay Suede – Divulgação: TV Globo

Isso é o que chamamos de nascer com talento. O ator Chay Suede, que está no ar no folhetim das nove ‘Amor de Mãe’, a sua quarta novela na faixa nobre da TV Globo, abriu o coração para falar sobre a sua carreira na dramaturgia.

Chay Suede faz aniversário e ganha declaração de Laura Neiva: ‘Feliz por estar mais um ano com você’

Em conversa com o portal UOL, Chay Suede afirmou que, mesmo últimos anos em sua quarta novela das nove, revelou que em sua infância, nunca pensou em se tornar ator. Ele era um mero espectador.

Chay Suede muda o visual para novo personagem em novela

Ele conta que a oportunidade chegou por acaso. Para quem não sabe, ele também é cantor: “Nunca tinha pensado em me tornar ator. Era apenas mais um telespectador que gostava de novelas. Me tornei ator pela circunstância da vida. Estava fazendo Ídolos e, na metade do processo, a própria Record entrou em contato comigo dizendo que estava comprando o formato do RBD, da Televisa, no México, e me convidou para um teste”.

Apesar de não se considerar, na época ator, isso não foi nenhum problema: “Sabia do sucesso da novela, porque me lembro das meninas dos colégio muito fãs. Eu disse que não era ator. Mas eles disseram que não tinha problema a princípio. Fiz o teste, passei e deu tudo certo”.

Hoje em dia, ele que já atuou em ‘Babilônia’, ‘A Força do Querer’, ‘Segundo Sol, e ‘Novo Mundo’, contou que vem se tornando um melhor ator a cada dia: “Passei a trabalhar como ator e a entender melhor o trabalho. Amo, cada vez mais, essa profissão e estou dando o meu melhor para sempre me aperfeiçoar”.

+ Chay Suede posta foto e arranca suspiros de fãs na web

Também na entrevista, Chay Suede falou sobre a sua dobradinha de parceria com Adriana Esteves. Para quem não se lembra, ele contracenou com a vilã Laureta em ‘Segundo Sol’ e agora dá vida ao filho da personagem da atriz: “A gente aproveitou toda a parceria, a amizade e o carinho que tínhamos. Possuímos uma intimidade cênica. Está sendo muito confortável trabalhar com ela. Sinto que, quando estou com ela em cena, as emoções vêm mais facilmente. Só a presença dela já basta para uma cena boa acontecer”.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here