MSN

domingo, 19 de maio de 2024

Ex-funcionária de Xuxa revela ter sido ‘obrigada’ a trabalhar em evento de prostituição

Renata Martins revelou que foi obrigada a vender pacotes de depilação por ordens superiores

-

-

Fernando Melo
Fernando Melo
Colunista sobre o mundo da TV, celebridades, influencers e personalidades da mídia em geral, atuante no segmento desde 2012, com passagens por diversos sites. No Área VIP, além de colunista, é coordenador de redação.
Apresentadora Xuxa Meneghel - Foto/YouTube
Apresentadora Xuxa Meneghel – Foto/YouTube

Polêmica! A empresa, ‘Espaço Laser’, na qual Xuxa Meneghel é sócia, acabou se envolvendo numa grande saia justa com uma ex-funcionária. Isso porque, de acordo com informações de Fábia Oliveira, uma fisioterapeuta, que atuava em uma unidade do Rio, abriu o coração para a colunista e revelou que foi obrigada a participar de um evento com garotas de programa para vender pacotes de depilação.

- Continua após o anúncio -

Dessa forma, segundo Renata Martins, ex-funcionária da empresa de Xuxa Meneghel, a pressão para ‘bater metas’ se tornou a principal missão da empresa ou eles mandava os funcionários embora. “Eles fazem uma rotatividade muito grande de funcionários. Muitos se demitem porque não aguentam e outros são demitidos’, inicia a moça.

+ Xuxa se despede de Jô Soares: ”Fará muita falta”

“A gerente regional muda as gerentes das unidades que a gente trabalha, então cada uma que chega, já quer fazer da sua forma. E já chegam falando que tem que vender, fazendo pressão e falam: ‘Se não vender, a gente vai te demitir’. E eu nunca concordei com isso, até porque não paguei faculdade pra ficar vendendo pacote”, contou Renata.

- Continua após o anúncio -

Mais sobre a matéria da ex-funcionária de Xuxa

Sendo assim, Renata ainda seguiu e expôs a situação no mínimo chocante: “O auge foi quando a nova gerente veio e falou que a gente teria que vender na Vila Mimosa [local de prostituição do Rio] e que eu tinha o perfil pra vender e tinha que ir com ela. Ela [gerente] falou: ‘Eu quero que você vá comigo porque você é extrovertida, articulada, tem o perfil de ir comigo’. Isso é um absurdo”, disse ela.

Além disso, Renata ainda revelou que foi obrigada a ir a uma evento com sua gerente e garotas de programa, mas acabou não se sentindo bem com a situação e foi mandada embora da empresa. “Estava tendo um evento no Circo Voador das prostitutas de Copacabana com as da Vila Mimosa e eu tive que ir. Lá, ela queria que eu ficasse abordando as prostitutas para poder vender”, expõe.

- Continua após o anúncio -

+ Xuxa Meneghel revela ‘trato’ com Sasha e desabafa: “respeitando o espaço”

Ela prosseguiu: “Eu, que não fui contratada pra isso, fui pra lá pra não ser demitida. Mas ela me demitiu dias depois dizendo que eu não me desenvolvi no evento, que eu não estou na vibe da empresa. Eu falei: ‘Realmente, eu não tô na vibe da empresa de vender minha alma pro diabo, pra vender pacote de depilação pra bater meta’”, disse.

Além disso, Renata ainda completou: “Pra ela ter feito isso, ela deve ter alguma autorização, porque estava a gerente da minha unidade e a gerente de campo, então acho que a empresa compactua com isso. Não é possível uma pessoa arrastar a outra, fisioterapeuta, para um evento desses. E ela só não ficou na Vila Mimosa porque não deixaram e aí ela disse que faríamos a ação nesse evento”. Por fim, ela revela que levará o caso para a justiça: “Quando eu fui demitida, eu denunciei a gerente regional e a gerente que me levou pro evento e vou entrar com uma ação na Justiça”.

- Continua após o anúncio -

Continue por dentro com a gente: Google Notícias , Telegram , Whatsapp

Fernando Melo
Fernando Melo
Colunista sobre o mundo da TV, celebridades, influencers e personalidades da mídia em geral, atuante no segmento desde 2012, com passagens por diversos sites. No Área VIP, além de colunista, é coordenador de redação.