Segundo Sol - Roberval conversa com Dominick (Reprodução/TV Globo)
Segundo Sol – Roberval conversa com Dominick (Reprodução/TV Globo)

O ator Fabrício Boliveira, que ganhou um grande destaque na mídia brasileira após interpretar com muita autoridade o personagem Roberval, no folhetim das nove da TV Globo, ‘Segundo Sol’, de 2018.

+ Juliano Laham expõe boicote e preconceito após viver personagem gay em novela da Globo

Apesar de ganhar um grande destaque, Fabrício Boliveira não gostou de como seu nome foi repercutido. Para ele, ser chamado de ‘ator negro’ é uma espécie de preconceito, já que ele é um ator como qualquer outro.

O ator, em conversa com o portal UOL, fez uma previsão de quando este tipo de preconceito irá acabar: “Isso só vai acontecer quando a gente tiver mais atores negros trabalhando e não precisar mais chamar de atores negros, chama só de ator”.

+ Negra Li diz ter sido vítima de preconceito e relembra episódio desagradável

Fabricio conta que é confundido com vários outros atores negros. Ele atribui isso a falta de representatividade: “Por que não temos maiores contingentes negros na novela para que todo mundo saiba que o Fabrício Boliveira não parece com o Lázaro Ramos ou com o Jonathan Azevedo ou com o Seu Jorge? Somos totalmente diferentes, idades diferentes, pensamentos diferentes”.

Representatividade essa, que ele considera fundamental para o fim do preconceito: “De algum jeito me faltou muito como criança representatividade, pessoas negras ocupando outros lugares, outros personagens. Estranho que, dentro do Brasil, a gente tenha uma representação de Papai Noel como se ele fosse americano, como se ele fosse de um outro lugar da nossa cultura, isso não está linkado à nossa realidade”.

+ Glamour Garcia fala sobre preconceito e experiência de viver a Britney em ‘A Dona do Pedaço’

Fabricio Boliveira acha interessante repensar a cor do símbolos do país: “Não sei se acreditei muito em Papai Noel, mas acho bom a gente pode repensar a cor de Jesus Cristo, por exemplo, a cor do Papai Noel ou da onde ele veio. De onde veio essa imagem de Jesus que nós temos? Por que essa imagem permanece para a gente como verdade absoluta? Pra mim é um contraste”, afirmou o ator.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here