Foto: Rubens Cerqueira
Foto: Rubens Cerqueira

Os dois funcionários que aparecem em um vídeo da preparação do corpo para o funeral do sertanejo Cristiano Araújo, morto na quarta-feira (24) em um acidente de carro, serão indiciados, informou a Polícia Civil de Goiás.

A gravação foi feita na clínica Oeste, especializada em tanatopraxia (técnica de conservação de cadáveres) e circulou na internet nesta quinta (25).

De acordo com o F5 da Folha, segundo a polícia, os suspeitos, que não tiveram os nomes divulgados, foram ouvidos na madrugada desta sexta (26) pelo delegado Eli José de Oliveira, do 4º Distrito Policial.

Um deles admitiu ter participado da gravação, mas alegou que quem divulgou o vídeo foi um amigo seu, para quem mostrou as imagens. Essa terceira pessoa será ouvida ainda nesta sexta.

Os envolvidos vão responder por vilipêndio a cadáver, crime que consiste em em “profanar, desrespeitar ou ultrajar” um corpo. Se condenados, os funcionários podem pegar pena de até três anos, que pode ser convertida em punição alternativa.

A página do Facebook da clínica responsável pela preparação do corpo de Cristiano foi inundada por crítica de fãs revoltados com o vazamento do filme.

A empresa demitiu os empregados e afirmou, em nota, que “repudia com veemência o ato dos dois funcionários que, de maneira mórbida, gravaram e divulgaram tais imagens”.

“A clínica tem como procedimento orientar sua equipe que, inclusive, assina regulamento interno de trabalho e ordem de serviço de segurança e medicina do trabalho individual para cada caso, documentos estes que proíbem que toda e qualquer etapa do trabalho desenvolvido na empresa seja gravado, fotografado e, principalmente, divulgado.”






12 COMENTÁRIOS

  1. Meu deus choro dia e noite de sdde deles porq justo VC Cristiano Araújo e allana que possa conforta a corações das famílias dele e dela 🙁

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here