Doris Day – Reprodução/DVD

Notícia triste! Morreu na manhã desta segunda-feira (13) a atriz e cantora americana Doris Day, aos 97 anos. A informação da morte da estrela americana foi confirmada pela ‘Doris Day Animal Fundation’, segundo o comunicado, ela estava em sua casa em Carmel Valley, no estado americano da Califórnia, cercada pelos amigos e familiares.

Doris foi casada quatro vezes e teve um filho, Terry Melcher, que faleceu em 2004. Desde a morte dele, a artista levava uma vida reclusa e solitária, dedicando-se exclusivamente à proteção de animais na fundação que leva o seu nome.

História

Doris Mary Ann Kappelhoff nasceu em 1922 na cidade americana de Cincinnati, ela é filha de um professor de música e uma dona de casa. A jovem começou a carreira como cantora de big bands em 1939. Depois de deixar o grupo Les Brown e His Band of Renown para embarcar em uma carreira solo. O seu primeiro hit ‘Sentimental Journey’ foi lançado em 1945, e depois teve outros sucessos como ‘Everybody Loves a Lover’ e ‘Secret Love’.

A atriz atuou em filmes famosos nos anos 50 e 60, como “Ama-me ou esquece-me” (1955), “Volta meu amor” (1961) e “Confidências à Meia-noite” (1959), no qual foi indicada ao Oscar. Em 1976, lançou uma biografia chamada “Doris Day: Sua própria história”. No livro, ela revelou que teve problemas de dinheiro após três fins de casamento. Ela ainda contou que perdeu cerca de US$ 20 milhões de sua fortuna, mas ganhou US$ 22,8 milhões em um processo contra seu ex-empresário e advogado, em 1974.

De 1966 e 1973, após os 24 episódios do programa de TV “The Doris Day Show”, ela diminuiu o ritmo ela passou a se dedicar à proteção dos animais, com a criação de uma fundação. Em 1989, ela ganhou o prêmio especial do Globo de Ouro, chamado Cecil B. DeMille, pela sua carreira, venceu três vezes o Globo de Ouro, na categoria atriz favorita do cinema mundial. Já em 2004, foi condecorada pelo então presidente americano George W. Bush com a Medalha Presidencial da Liberdade, a honraria civil mais importante dos EUA.

Doris Day, vale lembrar, também foi considerada pelos críticos de cinema da época como uma versão alternativa (e um pouco mais “inocente”) de Marilyn Monroe.

Morre Lúcio Mauro

Lúcio Mauro (Divulgação/Tv Globo)
Lúcio Mauro (Divulgação/Tv Globo)

O ator e comediante Lúcio Mauro faleceu, aos 92 anos, neste último sábado (11), no Rio de Janeiro. A informação, segundo o G1, foi confirmada pelo seu filho, o também ator Lúcio Mauro Filho. O comediante estava internado na Clínica São Vicente, na Zona Sul do Rio, há cerca de dois meses, com problemas respiratórios.

O ator fez parte do elenco de alguns dos principais programas de humor da emissora como “Chico City” (1973), “Os Trapalhões” (1989) e “Escolinha do Professor Raimundo” (1990). Saiba mais!

Veja também:



1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here