MSN

sábado, 15 de junho de 2024

Joelma é acusada de calote e processada em R$ 168 mil por empresa

A cantora Joelma se envolveu em uma amarra na Justiça ao ser acusada de ter dado calote em uma empresa de marketing, que pede indenização

-

-

Colaboradores
Colaboradores
Venha fazer parte da nossa equipe de colaboradores! Saiba mais!
Joelma
Joelma (Foto: Reprodução/Instagram)

Joelma, uma das maiores estrelas do forró no Brasil, está enfrentando um processo judicial movido pela ABCOMP – Soluções em Tecnologia da Informação por supostamente ter dado um calote e não pagado pelos serviços prestados pela empresa no início de sua carreira solo, quando se separou de Ximbinha. A empresa está buscando uma indenização de R$ 168 mil.

- Continua após o anúncio -

+ Joelma nega uso de playback em show e surpreende Patrícia Poeta ao vivo no ‘Encontro’

Segundo a colunista Fábia Oliveira, do Metrópoles, a cantora contratou os serviços da ABCOMP em 2015 para desenvolver projetos de marketing nas redes sociais a fim de promover sua carreira. As partes teriam assinado um contrato mensal de R$ 15 mil, com exclusividade de dois anos. No entanto, a empresa alega que a artista não pagou pelos serviços.

O dono da empresa, André Luis Pires Margalho, disse em entrevista à Fábia que seu objetivo não é expor ninguém, mas que a empresa precisa receber pelos serviços prestados. Ele afirmou que a ABCOMP foi contratada por Joelma promover sua carreira e reduzir os possíveis impactos da separação do ex-marido na nova fase do trabalho da artista.

- Continua após o anúncio -

+ Joelma abre o coração, expõe sofrimento com o pai e revela se o perdoou

Joelma também não pagou gastos extras

De acordo com Margalho, o acordo foi inicialmente assinado em nome de Joelma (pessoa física), mas a cantora se comprometeu a alterar a natureza do documento para a empresa em que é sócia, a J.C. Shows. No entanto, essa mudança nunca teria acontecido.

- Continua após o anúncio -

Além disso, a empresa alega que a artista não efetuou os pagamentos de gastos extras, incluindo passagens e hospedagens, e que os valores integrais só foram repassados em outubro e novembro de 2015. Em fevereiro de 2016, a dívida já alcançava cerca de R$ 37 mil.

+ Ximbinha curte praia com jovem esposa acusada de ser a pivô do divórcio com Joelma

Ainda de acordo com a ABCOMP, a cantora teria solicitado a rescisão do contrato em novembro de 2015, após o lançamento do álbum “Joelma”, e teria se comprometido a quitar a dívida até o final do ano. No entanto, isso nunca teria acontecido.

Até o momento, Joelma não se pronunciou sobre o processo.

Colaborou: Hernane Freitas

- Continua após o anúncio -

Continue por dentro com a gente: Google Notícias , Telegram , Whatsapp

Colaboradores
Colaboradores
Venha fazer parte da nossa equipe de colaboradores! Saiba mais!