Renato Mauricio Prado – Reprodução

O clima esteve fervendo nos bastidores da Globo, e em meio a cortes e demissões em massa, a rede perdeu um processo contra Renato Mauricio Prado, jornalista, comentarista e apresentador esportivo. Na ocasião, ele conseguiu vencer, em mobilização de ação trabalhista, um processo movido contra o Grupo Globo e o canal Fox Sports.

+ Globo se pronuncia sobre o estado de saúde do narrador Galvão Bueno

De acordo com informações do colunista Ricardo Feltrin, do portal UOL, as indenizações chegam a bater o valor de em torno de R$ 3,5 milhões. O motivo? O jornalista de 62 anos iniciou a ação contra o Grupo Globo, onde trabalhou por quase 30 anos, como colunista do jornal do grupo e comentarista do SporTV. Entre o fim da década de 1990 até 2002, ele foi contratado pela casa em regime de CLT (carteira de trabalho assinada). Segundo a coluna apurou, em 2002, porém, foi demitido e recontratado em seguida pela empresa por valor menor, e como PJ (pessoa jurídica).

+ Izabella Camargo deixa a TV Globo mais uma vez e diz: “História acabou”

Já a ação contra a Fox Sports gira em torno da mesma problemática: ele trabalhou no canal pago esportivo de 2012 a 2016, atuando como âncora e apresentador. O valor da ação contra o Grupo Globo é estimado em cerca de R$ 2 milhões. A empresa recorreu e não há previsão do creto final, já contra a Fox, Renato recebeu uma sentença favorável, com uma indenização em torno de até R$ 1,5 milhão.

+ Ator de ‘Impuros’, série do Globoplay, revela reação após indicação ao Emmy Internacional

É justamente para evitar esses entraves judiciais, de que a Globo planeja mudar a política de contratação em breve. No entanto, a tentativa não soou bem entre a maioria dos seus contratados, principalmente entre atores da casa. Conforme compartilhado anteriormente aqui no seu Área VIP, alguns profissionais receberam a proposta de redução de salário, no entanto, nem quiseram saber de aceitar. Alguns nomes, inclusive, já foram veiculados como certo no elenco do próximo folhetim das sete, ‘Salve-se Quem Puder’, mas recuaram.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here