Mara Maravilha / Instagram
Mara Maravilha / Instagram

Leandro Bernal garante que foi o empresário responsável por melhorar a imagem de Mara Maravilha, em uma época em que ela estava no fundo do poço, mas depois ela simplesmente sumiu, não cumprindo o contrato que havia assinado. Ele garante que foi contratado por ela em 2015 e acabou sedo abandonado e agora processa a ex-Fofocalizando.

De acordo com a Veja São Paulo, o empresário quer 400 mil reais, porque a apresentadora teria quebrado o contrato que deveria durar 5 anos. Segundo Bernal, em 2015 ele foi contratado para melhorar a imagem da baiana, que estava praticamente esquecida e até enfrentava dificuldades financeiras.

Fora de forma física e também com depressão, Mara não conseguia mais nenhum trabalho na TV, nem era convidada para nada, então o empresário tratou de mudar isso logo.

De acordo com Leandro, ele até pagou os atendimentos médicos pelos quais Mara Maravilha passou e quando ela foi para A Fazenda, na Record, ele alugou diversos computadores e colocou os fãs votando nela o tempo todo. Ela acabou sendo eliminada do reality rural e o fato de ter dado um tapa em um dos participantes acabou sujando sua imagem, várias igrejas evangélicas cancelaram os eventos que já haviam marcados com ela.

Mara no Fofocalizando

Mara Maravilha/Instagram
Mara Maravilha/Instagram

Em 2016 as coisas melhoraram muito para Mara Maravilha, ela foi contratada pelo SBT e no Fofocalizando, voltou a ser notícia na mídia. Leandro garante que tanto ele, como sua esposa, trataram a baiana como uma filha e agora se sentem traídos.

Vale ressaltar que a apresentadora deixou o Fofocalizando, pois no dia 17 deste mês ela foi informada que não fazia mais parte do time de apresentadores, justamente por ficar brigando com os colegas, inclusive disse que Leo Dias levava fake news para o programa…Saiba mais!

Veja também

Nome de Mara Maravilha é proibido no ‘Fofocalizando’



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here