Maria Ribeiro e Paulo Betti – Reprodução: Instagram

O ator Paulo Betti se envolveu em uma grande polêmica ao ser acusado de racismo por três atores da emissora Globo de Televisão, nesta última segunda-feira (17).

Os colegas de trabalho de Paulo Betti, após acusá-lo, fizeram o caso parar na justiça, e agora o ator global terá que se explicar muito bem. Saiba mais detalhes sobre o caso!

Diante de muitos comentários na web. Maria Ribeiro, ex-mulher de Paulo, usou suas redes sociais nesta tarde de terça-feira (18) para sair em defesa dela e também dar um parecer sobre toda essa polêmica.

“Quando @paulobetti e eu nos separamos, 14 anos atrás, pedi, não à toa, pra ficar com essa carteirinha. Paulo é um sindicalista por natureza, um cara pra quem o ofício e a justiça – ou injustiça – relativos à profissão importam mais do que todas as outras coisas. Compra todas as causas dos colegas, e agora, decidiu entrar pra valer, através da disputa do sated, no que sempre fez: lutar por seu grupo”, começou ela.

“Eu, ao contrario, mais egoísta, só me dei conta da desunião da nossa classe quando isso bateu em mim – mas isso não importa agora. O que importa é que acordei lendo que Paulo está sendo acusado de racismo porque disse, sobre a disputa de chapa do sindicato dos atores – e num grupo de whats app! – que devemos ficar sensíveis e atentos ao possível uso de lutas fundamentais com o objetivo – velado – de comover e manipular os eleitores, monetizando ideologicamente a questão mais grave do Brasil.”

Em seguida, ela finalizou: “Somos um país racista, e é nossa obrigação lutar diariamente contra isso. Ao acusar, a meu ver, levianamente, um sujeito integro como Paulo, esses senhores nao só nao estao lutando por um Brasil melhor, como estao, na melhor das hipóteses, confusos sobre seus reais inimigos. Paulo, na camisa do meu time ta escrito o teu nome, e eu a exibo com amor e orgulho há 22 anos. Sigamos com força e coragem (e nem vem me pedir de volta a carteirinha….rs).”

Confira a publicação:

View this post on Instagram

Quando @paulobetti e eu nos separamos, 14 anos atrás, pedi, não à toa, pra ficar com essa carteirinha. Paulo é um sindicalista por natureza, um cara pra quem o ofício e a justiça – ou injustiça – relativos à profissão importam mais do que todas as outras coisas. Compra todas as causas dos colegas, e agora, decidiu entrar pra valer, através da disputa do sated, no que sempre fez: lutar por seu grupo. Eu, ao contrario, mais egoísta, só me dei conta da desunião da nossa classe quando isso bateu em mim – mas isso não importa agora. O que importa é que acordei lendo que Paulo está sendo acusado de racismo porque disse, sobre a disputa de chapa do sindicato dos atores – e num grupo de whats app! – que devemos ficar sensíveis e atentos ao possível uso de lutas fundamentais com o objetivo – velado – de comover e manipular os eleitores, monetizando ideologicamente a questão mais grave do Brasil. Somos um país racista, e é nossa obrigação lutar diariamente contra isso. Ao acusar, a meu ver, levianamente, um sujeito integro como Paulo, esses senhores nao só nao estao lutando por um Brasil melhor, como estao, na melhor das hipóteses, confusos sobre seus reais inimigos. Paulo, na camisa do meu time ta escrito o teu nome, e eu a exibo com amor e orgulho há 22 anos. Sigamos com força e coragem (e nem vem me pedir de volta a carteirinha….rs). ♥️

A post shared by Maria Ribeiro (@mariaaribeiro) on

Processado por racismo e com ameaça de prisão, Paulo Betti desabafa sobre acusação

Paulo Betti – Reprodução/Globo

Atualmente no ar na novela das seis ‘Órfãos da Terra’, o intérprete Miguel Nasser, reuniu-se com os seus advogados nesta última segunda (17), para preparar sua defesa e apresentá-la. O ator se mostrou surpreso com a denúncia, e desabafou … Saiba mais detalhes!

Confira também:

Atrizes globais declaram apoio a Paulo Betti, processado e ameaçado de prisão por racismo



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here