Preta Gil e Jair Bolsonaro/Instagram
Preta Gil e Jair Bolsonaro/Instagram

A cantora Preta Gil usou sua conta pessoal do Instagram nesta quinta-feira (27) para se posicionar contra o presidenciável Jair Bolsonaro.

Em seu post, ela começa falando que não precisa ser desafiada por ninguém para aderir a campanha #EleNão, que teve adesão tanto de pessoas anônimas quanto de famosos, a fim de conscientizar a nação a não votar no candidato à presidência da República pelo PSL.

Polêmicas

Além de um textão, Preta compartilhou um recorte de vídeos nos quais Bolsonaro aparece dando respostas à cantora sobre como ele reagiria se um de seus filhos namorasse uma negra.

A pergunta foi feita em um quadro dentro do extinto CQC, programa exibido pela Band. Na época, o presidenciável respondeu que não discutiria sobre promiscuidade e que seus filhos não corriam o risco de se apaixonar por negras porque foram “muito bem educados” e não foram criados em um ambiente similar ao da cantora.

Em outro vídeo, Danilo Gentili faz a mesma pergunta a Bolsonaro. “Sem problema nenhum“, respondeu o político. “Não podia ser por um negro“, complementou em seguida.

Usando a hashtag #souelenãohá7anos, a famosa revela que não tem como apoiar um político que a caluniou e difamou gratuitamente há sete anos, comentando que também não se sente no direito de desafiar ninguém a declarar repúdio ou apoio a ninguém, uma vez que cada pessoa é livre para se posicionar da forma como quiser.

“Vote em quem quiser, mas não agrida ninguém, não ameace as pessoas, isso não está certo. Sigo aqui na paz lutando por mim e por todos e todas que são diariamente atacados por discursos e atitudes racistas, homofóbicas e machistas!!! PS: vocês que me cobraram posicionamento esses dias, que me xingaram e que me ameaçaram… vocês não me conhecem, já meus fãs conhecem meu caráter e minha índole, eles não me cobram e não me julgam, eles me apoiam!!!”, finalizou a cantora.

Veja o post na íntegra:

View this post on Instagram

Não preciso ser desafiada para falar o que já é óbvio, público e notório há sete anos, parece até que se esqueceram desses vídeos, pode até ter edição, mas a intenção de me agredir não teve. Não tem como eu apoiar um candidato que fez agressões gratuitas, calúnias e difamações a mim, a minha família e a tantos outros. Eu já senti na pele a fúria do mesmo e de seus eleitores, e não me intimidei, nem entrei no jogo da violência, segui sendo quem eu sou, lutando pelos meus ideais com amor e respeito e defendendo o que considero certo sem precisar ofender ninguém. Não me sinto no direito de desafiar ninguém a declarar repúdio ou apoio a ninguém, cada pessoa se posiciona ou não, por livre e espontânea vontade e deve ser respeitada. #souelenãohá7anos e sei que está difícil, que estamos cansados, mas não podemos deixar o ódio dominar nossas vidas. Vote em quem quiser, mas não agrida ninguém, não ameace as pessoas, isso não está certo. Sigo aqui na paz lutando por mim e por todos e todas que são diariamente atacados por discursos e atitudes racistas, homofóbicas e machistas!!! PS: vocês que me cobraram posicionamento esses dias, que me xingaram e que me ameaçaram… vocês não me conhecem, já meus fãs conhecem meu caráter e minha índole, eles não me cobram e não me julgam, eles me apoiam!!! #meuambienteélindo

A post shared by Preta Gil 🎤 (@pretagil) on

Confira também:

Antonia Fontenelle alfineta Anitta após cantora aderir à campanha contra Bolsonaro





1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here