Anitta/Instagram
Anitta/Instagram

Depois de Anitta ser atacada na web por não aderir movimento contra Jair Bolsonaro nesta quarta-feira (19), o filho do candidato à presidência da República, Flávio Bolsonaro, usou seu canal n Youtube para defender a cantora.

No vídeo, ele primeiro fala dos artistas que apoiam o pai. “Há uma perseguição covarde a artistas que se posicionam publicamente a favor de Bolsonaro”, disse.

Logo depois, Flávio comenta o episódio com Anitta. “Eu nunca vi Anitta na minha vida, nunca troquei uma mensagem com ela. Eu sei que é uma menina que subiu na vida pelos próprios méritos com o fruto do seu trabalho. .. Há uma pressão aí que ela se posicione contra o Bolsonaro. Não sei qual é a preferência político-partidária dela, agora vocês têm que entender o seguinte, parem de ficar patrulhando a vida dos outros”, defendeu ele.

Veja o vídeo:

Críticas na Web

Anitta foi massacrada nas redes sociais quando seguidores repararam que a cantora segue uma pessoa que defende publicamente Jair Bolsonaro. Após uma série de cobranças para que ela se posicionasse, Anitta decidiu falou sobre o assunto nas redes sociais.

“Essa sou eu. Eu sou contra a violência, contra a discriminação de qualquer espécie. Sou contra o ódio e a intolerância. Sou a favor da igualdade de gênero, contra a homofobia e o racismo. Defendo a liberdade do outro de decidir o que fazer com seu corpo. Através da minha arte tento contribuir com o que posso para vivermos num mundo melhor e mais igualitário. Anos de trabalho na minha carreira de cantora em que apoiei de diversas maneiras as idéias que acredito não vão ser apagados por não querer me envolver com política, pelo menos não para mim. Eu sou brasileira e quero que nosso país melhore assim como cada um de vocês. Eu nasci pobre e com muito esforço tenho conquistado meu caminho. Sofri por ser funkeira, favelada e ainda sofro por ser mulher. Eu não queria sofrer ainda mais com tanto ódio e ataques. Vivemos tempos difíceis e é esse o meu desejo. Qualquer coisa diferente do que citei acima não tem meu apoio, obviamente. Respeitem o próximo e suas decisões. Isso sim vai ajudar a sermos uma sociedade tolerante. Nós somos esse país”, escreveu a cantora.

Veja o post:

View this post on Instagram

Essa sou eu. Eu sou contra a violência, contra a discriminação de qualquer espécie. Sou contra o ódio e a intolerância. Sou a favor da igualdade de gênero, contra a homofobia e o racismo. Defendo a liberdade do outro de decidir o que fazer com seu corpo. Através da minha arte tento contribuir com o que posso para vivermos num mundo melhor e mais igualitário. Anos de trabalho na minha carreira de cantora em que apoiei de diversas maneiras as idéias que acredito não vão ser apagados por não querer me envolver com política, pelo menos não para mim. Eu sou brasileira e quero que nosso país melhore assim como cada um de vocês. Eu nasci pobre e com muito esforço tenho conquistado meu caminho. Sofri por ser funkeira, favelada e ainda sofro por ser mulher. Eu não queria sofrer ainda mais com tanto ódio e ataques. Vivemos tempos difíceis e é esse o meu desejo. Qualquer coisa diferente do que citei acima não tem meu apoio, obviamente. Respeitem o próximo e suas decisões. Isso sim vai ajudar a sermos uma sociedade tolerante. Nós somos esse país.

A post shared by anitta 🎤 (@anitta) on

Confira também:

Antonia Fontenelle sai em defesa de Bolsonaro e afirma: “Não gosto de vitimismo”

Apoiador de Bolsonaro, Eduardo Costa se manifesta sobre atentado – Assista!





DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here