MSN

sábado, 15 de junho de 2024

Valdemiro Santiago processa a Jovem Pan por ser acusado de vender feijão milagroso contra a Covid-19

Valdemiro Santiago processou a Jovem Pan por insinuações de que tenha vendido sementes de feijão que curassem a Covid-19.

-

-

Henrique Furtado
Henrique Furtado
Venha fazer parte da nossa equipe de colaboradores! Saiba mais!
Valdemiro Santiago
Valdemiro Santiago – YouTube/Reprodução

O fundador da Igreja Mundial do Poder de Deus, Valdemiro Santiago, está processando a rádio Jovem Pan e pede indenização no valor de R$ 50 mil. No processo, ele se define como alguém que “trabalhou na roça e se dedica a ajudar o povo”, e por essa razão, sentiu-se ofendido pelo programa Morning Show da emissora.

- Continua após o anúncio -

Durante o programa, Valdemiro Santiago foi acusado de vender “feijões milagrosos” como cura para a Covid-19 – uma acusação que ele categoricamente classifica como fake news. Em fevereiro deste ano, os jornalistas da Jovem Pan afirmaram que o pastor era um homem “sem credibilidade”, trazendo à tona o episódio dos feijões como justificativa para tal declaração.

O jornalista Felipe Campos, no mesmo programa, pontuou que Valdemiro Santiago “sempre esteve envolvido em escândalos”. A convidada Eliane Bast reforçou a narrativa ao mencionar que o caso mais absurdo relacionado ao pastor foi a venda dos supostos “feijões milagrosos” em plena pandemia, quando todos estavam desesperados por conta da Covid-19. Nesse sentido, o pastor foi acusado de se aproveitar da inocência das pessoas e de promover o “comércio da fé”.

Valdemiro Santiago tem 15 dias para pagar fortuna ao Fofoquito após decisão da justiça

- Continua após o anúncio -

Em sua defesa, no processo, Valdemiro Santiago enfatizou que nunca vendeu feijão e que jamais afirmou que o produto teria propriedades curativas contra o coronavírus. Ele destaca ainda que não foi indiciado ou denunciado pelos fatos mencionados pelos comentaristas da Jovem Pan. As informações são do colunista Rogério Gentile, do UOL.

Valdemiro Santiago atrasa salários de funcionários e enfrenta séria crise financeira

- Continua após o anúncio -

O vídeo que desencadeou toda essa polêmica, e que alegadamente mostrava o pastor promovendo a venda das sementes de feijão como cura para a Covid-19, viralizou durante a pandemia. No entanto, um inquérito policial foi deflagrado e concluiu que o vídeo tinha sido adulterado. O Ministério Público, por sua vez, arquivou o caso ao constatar que não havia registro de pessoas que efetivamente compraram o feijão promovido no vídeo. Os advogados Daniela Munhoz e Dennis Munhoz, que representam Valdemiro Santiago, alegam que os jornalistas da Jovem Pan propagaram informações falsas sobre seu cliente.

- Continua após o anúncio -

Continue por dentro com a gente: Google Notícias , Telegram , Whatsapp

Henrique Furtado
Henrique Furtado
Venha fazer parte da nossa equipe de colaboradores! Saiba mais!