Yudi Tamashiro – Reprodução: Instagram

O ex-apresentador do ‘Bom Dia e Cia’, Yudi Tamashiro se tornou um dos assuntos mais comentados da manhã desta segunda-feira (09), por conta de um entrevista que deu ao jornal Folha de São Paulo, no caderno F5.

Yudi e Priscilla recordam o início de carreira no ‘Programa da Maisa’

É que no bate-papo com a diário, Yudi Tamashiro acabou fazendo uma revelação bem íntima sobre sua vida. Ele conta que abriu mão de muitas coisas por conta de sua religião, entre elas, a bebida e as relações sexuais: “Não estou bebendo, não estou transando, não estou fazendo nada. Estou esperando a vontade de Deus. É isso que escolhi para minha vida, é isso que está me fazendo bem”, iniciou.

O apresentador deu mais detalhes: “Eu já cantei, dancei, apresentei, mas meu lado espiritual foi sempre muito forte e agora chegou o momento que eu senti o chamado no meu coração. Senti Deus falando comigo: ‘agora você já conquistou tudo o que queria e vai usar sua história para ajudar outras pessoas'”.

Maisa, Yudi e Priscilla Alcântara postam click juntos e fãs vão ao delírio: ‘Quero meu PlayStation’

Vale lembrar que, em recente entrevista ao ‘Superpop’, da RedeTV!, apresentado por Luciana Gimenez, o japonês relembrou da vida intensa que tinha aos 17 anos, ainda quando apresentava o ‘Bom Dia e Cia’:

“Com 17, 18 anos, está com pique. Ficava três dias virado direto, e sem droga, era só bebida. Melhorava e ia de novo. Saía da balada, pegava as meninas e levava para minha casa. Deixava elas dormindo, voltava do programa, elas estavam na sala e eu: ‘qual seu nome mesmo, menina?’. Eu sem dormir e a gente saía de novo”, iniciou.

‘Uma semana que não consigo andar’, desabafa Yudi Tamashiro ao surgir de muleta

Também no bate-papo, Yudi Tamashiro relembrou a importância que a religião teve em sua ‘salvação’: “Essas coisas mexiam um pouco comigo. Não me arrependo pois tudo o que vivi foi um forte testemunho e tudo o que eu passei serviu de exemplo para outros jovens. Tudo aquilo era uma forma de eu buscar uma felicidade por tanta cobrança, esforço e responsabilidade. Meus pais largaram os empregos para viver a minha vida, eu precisava deles do meu lado. Eu sentia que tinha uma grande responsabilidade”.



1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here