Faustão leva a melhor contra Gugu no Ibope

0

Em mais uma guerra de domingo pela disputa da preferência do telespectador, novamente Fausto Silva e seu “Domingão” levou a melhor contra o “Domingo Legal”, apresentador por Gugu Liberato. Das 16h00 às 20h15, horário em que os dois programas se enfrentaram, a Globo liderou com 24 pontos de média, contra 18 do programa do SBT.

Faustão teve picos de 31 pontos, enquanto Gugu atingiu 23 pontos.

Em 1ª Mão: Faustão leva a melhor no Ibope

0

Novamente Fausto Silva e o seu “Domingão” levou a melhor na disputa dominical pela liderança do Ibope contra seu principal concorrente, Gugu Liberato.

Enquanto as duas atrações estiveram no ar, das 18h00 às 20h30, a Globo liderou com média de 20 pontos, contra 14 do “Domingo Legal”, do SBT.

 

TV Record desmente interesse em Gugu

0

Através de um comunicado oficial enviado na tarde desta terça, dia 21/09, a acessoria de imprensa da TV Record, desmente os boatos de um possível interesse no apresentador Augusto Liberato do SBT. Confira na íntegra:

”A Record, através da Central Record de Comunicação, esclarece que a Diretoria de Programação da emissora não possui interesse na contratação do apresentador Gugu Liberato, reafirmando que não apresentou nenhuma proposta para o mesmo.

RedeTV! desmente venda do canal para Gugu

0

Ao contrário do que publicou, nesta quarta-feira (dia 30), um jornal carioca, a direção da RedeTV! nega que esteja negociando a venda da emissora. Através de sua assessoria, a emissora afirma que sequer houve ou haverá qualquer tipo de negociação nesse sentido com Augusto Liberato (Gugu). ”A direção quer deixar claro, de uma vez por todas, que a RedeTV! – uma rede nacional de televisão, cujo investimento hoje é de mais de 1500 funcionários diretos, mais de 700 repetidoras e mais de 40 afiliadas -, não tem a menor intenção de vender qualquer pedaço dela para quem quer que seja”, afirmou o departamento de imprensa do canal.

José Armando: As desculpas de Gugu Liberato e as armações na TV brasileira

0

Gugu Liberato pediu desculpas a seu público. Disse que tem uma parcela de culpa no episódio da reportagem com supostos integrantes do PCC porque pela primeira vez não viu um material que entrou no seu programa. E garantiu: o jornalista Wagner Mafezolli está afastadado da função até o esclarecimento do caso. Gugu Liberato esteve ontem no programa de Hebe Camargo e concordou que foi um erro colocar crimonosos no ar. Durante a entrevista ontem à noite ele não disse se a reportagem foi ou não forjada, mas aceitou que o repórter pode ter sido enganado. Até José LuisDatena entrou na onda. Ligou para pedir desculpas e avisar que vai tirar a queixa contra Gugu Liberato e o SBT. O jornalista optou por panos quentes num assunto que ainda pode gerar processos por difamação. Na semana passada, Datena gritou e atacou em seu programa, sempre de olho na audiência que o assunto trazia. A ordem era explorar ao máximo Gugu e seu erro para passar o rival Godoy. Mas as suspeitas de armação não param por ai. Hoje, o jornal Folha de São Paulo publicou uma denúncia contra o Gilberto Barros. Segundo a coluna Outro Canal, a polícia civil de Osasco abriu inquérito para investigar armação numa reportagem da TV Bandeirantes que mostrava uma suposta vítmia da explosão do shopping Osasco Plaza que dizia estar abandonado pela empresa e que perdeu parentes no acidente. O entrevistado do Boa Noite Brasil, segundo o shopping, não é uma das vítimas da explosão. A emissora não quer se pronunciar sobre o assunto e enfrenta outras acusações. Semana passada, a Rede Record entrevistou atores que ganharam cachê para forjar histórias no programa de Márcia Goldschimith. É todo mundo atirando em todo mundo. É todo mundo lutando por pontos a mais na audiência. É todo mundo fazendo o possível e o impossível para se manter na TV. Já foi a época da baixaria, das mulheres quase nuas. Agora é preciso inventar cada dia uma história diferente.

José Armando: Crise no programa de Gugu Liberato é séria, mas não irreversível

0

<b>Crise no programa de Gugu Liberato é séria, mas não irreversível</b>

O programa Domingo Legal vive um momento de crise. Sem ganhar a guerra pela audiência há meses e com Magrão demissionário, a atração vem fazendo de tudo para inverter esta tendência. O problema não é a falta de mulheres com poucas roupas, de quadros polêmicos ou poucos cantores populares. O fato é que o telespectador está cansado da fórmula que por muitos meses foi líder de audiência. Gugu e sua equipe exploraram ao máximo esses quadros que eram líderes no IBOPE, que foram copiados por outros canais e apresentadores. Hoje, há uma overdose de Telegramas Legais, de pegadinhas, de princesas por um dia, de tal apresentador que visita o público. O telespectador quer coisa diferente e nova e, por isso mesmo, fugiu para Faustão que “mudou sem mudar” seu Domingão, afinal são sempre os mesmos artistas, os mesmos “Arquivos Confidenciais” e os mesmos cantores. O fato é que isso tudo está com roupagem nova, com mais humor e mais leveza, o que parece ser uma grande novidade para o telespectador. Falar que a crise de Gugu é irreversível é besteira, afinal seus quadros mais jornalísticos conseguem ultrapassar Faustão. Já as “provas” com artistas não seguram mais a audiência. Portanto, resta ao Domingo Legal recorrer à criatividade e à qualidade. E criatividade não falta quando se fala em Gugu e sua equipe.

José Armando: Briga pela audiência entre Gugu e Faustão nem sempre acaba em baixaria. O telespectador sempre sai ganhando neste confronto

0

 Fotos: Divulgação
A guerra pela audiência aos domingos está cada vez mais acirrada e quem ganha com isso é o telespectador. Os programas de auditório estão investindo pesado em atrações para que o público não desligue a TV ou mude de canal. Faustão tem a seu favor os artistas da Globo. Ter no palco Tony Ramos, Tarcísio Meira, Regiana Alves, Carolina Dieckman ou Vanessa Gerbelli é sinal de boa audiência. E é claro que o futebol contribuí para que o Domingão do Faustão tenha um bom desempenho, afinal joga público para o programa. Já Gugu Liberato é obrigado a criar praticamente dois programas diferenciados. Enquanto enfrenta o futebol investe no artístico, nas brincadeiras em seu palco e em musicais. Neste fim de semana, Gugu merece os parabéns. Deu um longo espaço para Jorge Aragão, que cantou ao vivo. E, ninguém pode negar, a música de qualidade e os artistas mais refinados possuem cada vez menos espaço na TV. Na hora em que Faustão entra no ar, Gugu Liberato e sua equipe apresentam outro programa, com um enfoque maior no jornalismo e nas reportagem mais sensacionalistas. É uma maneira de oferecer algo diferente do que está no seu concorrente. Com isso, quem ganha nessa briga é o telespectador. Pode optar entre o futebol e os artistas que estão no SBT e escolher entre o elenco Global no palco de Faustão ou as reportagens de Gugu. Viva a guerra pela audiência desde que essa batalha não recorra ao mau gosto.

 

Em tempo: Números da guerra pela audiência no fim de semana divergem. O Ibope aponta um resultado. O Datanexux outro. Mas nos dois institutos Faustão vence. No Ibope Faustão disparou e marcou 27 pontos contra 21 de Gugu Liberato. No Datanexux um empate técnico: 23 para Fausto Silva e 22 para Gugu. A diferença entre os dois institutos é explicada pela amostragem de público.