O plano de Flora dá certo e Gonçalo morre como esperado. Agora, ela e Silveirinha têm um longo trabalho pela frente antes que Lara e Irene voltem de viagem: apagar todos os vestígios do assassinato.

De escovão em punho, a dupla trata de lavar os lençóis e esfregar as manchas de sangue que espalharam pela casa. Limpeza é bem feita e quando as duas chegam nada chama a atenção delas. A não ser a tensão que paira no ar. Silveirinha, incapaz de esboçar uma só palavra, apenas abaixa a cabeça e sai, abalado. Flora, então, avisa que as duas precisam ser fortes e diz que Gonçalo teve um infarto e morreu.

Avó e neta choram, se desesperam e sobem até o quarto para ver o empresário. E quando Flora tenta confortar a filha, leva um fora descomunal. Em um arroubo de agressividade, Lara diz que desde que a loura saiu da cadeia, acontece uma desgraça atrás da outra com sua família: “Primeiro foi a Donatela! Depois o meu seqüestro! E agora o meu avô! Tudo culpa sua! Você carrega a desgraça com você, Flora, você espalha a desgraça em tudo o que você toca! Tudo de ruim que aconteceu com a gente é culpa sua!”, ela berra e expulsa a vilã do quarto.

Essas cenas devem ser exibidas a partir de sábado, dia 13/12.






DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here