Débora acaba não resistindo e morre após o parto de Alice. Pedro e Alcino ficam arrasados e o pai “postiço” da jovem piora de saúde e é internado. Rose fica morrendo de pena do amigo e vai visitá-lo no hospital.

“Eu daria o tempo de vida que ainda me resta… pela vida da Débora… E também pro Pedro não passar por isso tudo… Eu faria qualquer coisa pela felicidade deles…”, diz o empresário, entristecido.

Rose se compadece de Alcino e se aproxima cada vez mais dele. “Você é um homem muito bom, Alcino… Muito generoso… Não merecia estar passando por tudo isso… Uma pessoa assim… Tão bonita, meu Deus. Merecia viver muito tempo e ter toda a felicidade do mundo…”, murmura a morena, acariciando o rosto do amigo.

Envolvidos numa onda de emoção irresistível, os dois acabam se beijando, ali, em pleno hospital.

As cenas devem ser exibidas nesta quarta-feira, dia 17.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here