O Barão propõe a Cândida que os negros da senzala casem na mesma cerimônia de Sinhá Moça e Rodolfo. O delegado critica Fontes, mas acaba concordando que a paz é necessária. Fulgêncio e Justino se preocupam com o Capitão. Augusto se indigna com a nova posição de Fontes, favorável ao Barão. Justo assume para Balbina que estava envolvido no atentado ao Barão. Dimas tem certeza que o Barão está aprontando alguma coisa. Mário concorda que eles agora estão sozinhos na luta pela Abolição e pela República. O Capitão começa a se recuperar e dá uma volta, ajudado pelos irmãos. Bastião fica chateado porque Virgínia não quer ir embora. Ana almoça na casa da mãe. Justo aconselha Ricardo a levar Ana para a fazenda. Os fazendeiros comentam que os italianos estão chegando para cuidar da lavoura. O Barão se revolta quando Dimas chega ao armazém e promete se retirar caso o jovem se sente com eles.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here