Amor de Mãe - Lurdes - Thelma - Vitória (Estevam Avellar/João Cotta/Victor Pollak/Globo)
Amor de Mãe – Lurdes – Thelma – Vitória (Estevam Avellar/João Cotta/Victor Pollak/Globo)

Saiba mais sobre a nova trama das nove da Globo, ‘Amor de Mãe‘, que estreia nesta segunda-feira, dia 25.

Elenco se reúne na coletiva de lançamento de Amor de Mãe – confira os looks

“Mãe é mãe”. “Em coração de mãe sempre cabe mais um”. “Mãe é tudo igual”. “Praga de mãe pega”. “Intuição de mãe não falha”. Quem nunca ouviu uma frase clichê sobre a maternidade? Expressões verdadeiras ou não, as mães se reconhecem quando o assunto é o que sentem pelos filhos. Em ‘Amor de Mãe’, Lurdes (Regina Casé), Thelma (Adriana Esteves) e Vitória (Taís Araujo) vivem plenamente a maternidade e, apesar de todas as diferenças que as separam, terão suas vidas entrelaçadas.

A próxima novela das nove tem a maternidade como tema central e mostra como o cotidiano pode ser afetado, positiva ou negativamente, pelos acontecimentos da vida. É uma trama sobre o amor e sobre as escolhas feitas em situações-limite. “Não importa a classe social, uma mãe sente empatia por outra. É impossível resistir a essa identificação. E sinto que estamos precisando estimular a empatia no Brasil e no mundo como um todo”, diz a autora Manuela Dias. “É uma novela positiva, focada em pessoas que querem mudar o mundo para melhor”, completa o diretor José Luiz Villamarim.

Lurdes em busca do filho perdido

Em 1993, Lurdes (Lucy Alves em flashback) é casada com Jandir (Daniel Ribeiro) e leva uma vida simples em Malaquitas, cidade fictícia do Rio Grande do Norte. É uma mãe amorosa, dedicada e muito próxima aos filhos Magno (João Guilherme Fonseca/ Juliano Cazarré), Ryan (Pietro Buonnafina/ Thiago Martins) e Domênico (Eros Lazari quando criança). Já o marido é alcoólatra e não tem uma boa relação com as crianças. Lurdes está grávida do quarto filho, uma menina, e ao entrar em trabalho de parto não consegue ter o bebê com a parteira em casa e precisa seguir para o hospital mais próximo.

Essa é a oportunidade para Jandir ficar sozinho com os filhos e vender Domênico, seu filho mais novo, para Kátia (Stella Rabello/ Vera Holtz), uma traficante de crianças do Rio de Janeiro, em troca de um maço de dinheiro.

Após uma discussão com o marido que acaba em tragédia, Lurdes pega as crianças e seus poucos pertences e vai embora para o Rio de Janeiro em busca do filho perdido. Na estrada, um cachorro chama a atenção da família, que o segue. O animal os leva até um bebê recém-nascido abandonado. Lurdes resgata a criança, a batiza com o nome de Camila e a incorpora à família.

No Rio de Janeiro, Lurdes (Regina Casé) cria um lar harmônico apesar das dificuldades. Ela é uma mulher batalhadora que ama os filhos incondicionalmente. Trabalha como babá e está sempre presente na vida de Magno (Juliano Cazarré), Ryan (Thiago Martins), Érica (Nanda Costa) e Camila (Jéssica Ellen), que a admiram por tudo que ela passou e por todo o amor que dedica a eles. A vida é difícil, mas Lurdes nunca deixa de acreditar. Ela segue com a esperança de um dia encontrar Domênico.

Regina Casé revela como é estar voltando às novelas depois de 18 anos

Thelma, uma mãe superprotetora

Há mais de 20 anos, Thelma (Adriana Esteves) viu sua casa pegar fogo com o marido e o filho dentro. Ela enfrentou as chamas para salvar o filho, Danilo (Chay Suede), e conseguiu tirar o menino com vida do local, mas o marido morreu. Desde então, Thelma se transformou em uma mãe superprotetora.

A vida de Thelma muda quando ela descobre um aneurisma cerebral inoperável. Com a notícia, ela percebe que criou o filho de forma errada, muito dependente dela. Thelma correrá contra o relógio para ajustar a vida do jovem e realizar seus últimos desejos. Mas nunca revelará a verdade sobre sua doença para Danilo.

Thelma administra o restaurante da família. É um lugar tradicional no Bairro do Passeio e ela é resistente a qualquer modernização do espaço. Seu irmão e sócio, Sinésio (Julio Andrade), não tem nenhum apreço pela herança deixada pelo seu avô e está ansioso para vender o restaurante, mas Thelma não aceita. Por isso, os dois vivem às turras. A situação piora quando Sinésio descobre o aneurisma e ameaça contar para Danilo, caso Thelma não aceite vender o estabelecimento.

Adriana Esteves comenta sobre sua personagem em nova trama da Globo, ‘Amor de Mãe’

Vitória e a meta de ser mãe 

Vitória (Taís Araujo) é uma mulher refinada, que sempre pensou em primeiro lugar em sua carreira. Ela é uma advogada bem-sucedida que ganha muito dinheiro ao defender empresários e políticos de ética duvidosa. Em 2014, já casada com Paulo (Fabrício Boliveira), Vitória engravidou. Mas aos seis meses de gestação, durante uma defesa em um tribunal, foi agredida e perdeu a criança. A partir desse triste episódio, ser mãe se torna o maior objetivo da vida de Vitória e essa obsessão acaba por destruir o seu casamento.

Após a separação, ela decide adotar uma criança e, quando tem a notícia de que está apta para adotar, conhece Davi (Vladimir Brichta). A atração entre os dois é forte e depois de uma noite juntos ela se surpreende ao descobrir estar grávida, o que faz com que o contato com o pai da criança precise ir muito além de um encontro casual. Agora ela precisa aprender a ser mãe de dois e a lidar com as questões éticas que envolvem o seu trabalho.

Taís Araujo fala sobre sua personagem na nova novela das nove da Globo, Amor de Mãe

As vidas começam a se entrelaçar: o encontro das três mães

Amor de Mãe - Lurdes - Thelma - Vitória (Globo/João Cotta)
Amor de Mãe – Lurdes – Thelma – Vitória (Globo/João Cotta)

Lurdes está em busca de um novo emprego e consegue uma entrevista na casa de Vitória que, com a iminência da chegada dos dois filhos, precisa de uma babá. No mesmo dia em que encontra Vitória, Lurdes conhece Thelma ao socorrê-la na rua e acompanhá-la ao hospital. É ela quem recebe do médico a notícia de que Thelma está com um aneurisma cerebral inoperável. Depois desse episódio, Thelma e Lurdes se tornam grandes amigas.

Magno, um pai presente

Magno (Juliano Cazarré) ainda se lembra de tudo que aconteceu em Malaquitas, no passado. Ele tentou impedir que Jandir ficasse sozinho com Domênico na fatídica noite em que o menino foi vendido, mas não conseguiu lutar contra o pai. Ele é o mais velho dos irmãos e a cumplicidade que sempre teve com a mãe o fazia se sentir responsável pelos mais novos. Magno apoia Lurdes em tudo. Assim como conta com a ajuda da mãe na criação de sua filha, Brenda (Clara Galinari). Ela tem uma doença genética, chamada talassemia maior, e só poderia ser curada com um transplante de medula de um doador compatível. A mãe da menina, Leila (Arieta Corrêa), está em coma há anos e, apesar de ter pedido a separação antes do acidente que a deixou em estado vegetativo, Magno acompanha de perto a internação da esposa.

É no hospital onde Brenda se trata e Leila está internada que ele conhece Betina (Isis Valverde), a chefe de enfermagem que cuida das duas. Betina e Magno criam uma relação de admiração mútua. Os dois convivem bastante no hospital e a atração que sentem um pelo outro é velada, apesar de intensa.

Betina é uma profissional dedicada que batalhou muito para se formar. Ela não tem um bom relacionamento com o irmão Genílson (Paulo Gabriel). Ele se envolve com criminosos, o que deixa a mãe dos dois, Nicete (Magali Biff), muito preocupada. Mas uma coincidência trágica que envolve a morte de Genílson acaba aproximando mais ainda Betina e Magno, só que agora fora do hospital.

Camila: educação para transformar

Foi o destino que levou Camila (Jéssica Ellen) para o seio da família de Lurdes (Regina Casé). Seu lema é transformar o mundo através da educação. É a única formada da família e ao receber o diploma faz uma homenagem para Lurdes, que se esforçou muito para ver sua primeira filha com curso universitário. Os irmãos também a apoiam e a admiram.

Assim que se forma em História, Camila vai trabalhar em uma escola pública que está abandonada. Lá, se depara com uma turma que não entende aquele espaço como uma oportunidade de crescer. Ela tem a função de, além de ensinar a matéria, provar o quão valioso é estudar. Camila mostra para os alunos que a História é fundamental para entender o passado e mudar o futuro.

Érica: Amante, não!

Érica (Nanda Costa) é uma mulher autêntica que quer conquistar o mundo. Ela sabe que é bonita e tem muito talento em sua profissão de maquiadora e cabeleireira. Vive em harmonia com toda a família e não esconde nada do que sente. É convidada por Lídia (Malu Galli), uma mulher refinada que está em crise por conta das traições do marido, Raul (Murilo Benício), para atuar como sua maquiadora particular.

Logo nos primeiros dias no trabalho, Érica nota o interesse de Raul por ela, mas, apesar de atraída por ele também, é bem clara ao afirmar que não se relaciona com homem casado. Raul fica surpreso com a negativa de Érica às suas investidas, além de se encantar com toda sua autenticidade, beleza e verdade. É o motivo que ele precisa para se separar de Lídia, que fica revoltada com a decisão do marido e com ódio de Érica.

Raul terá que enfrentar Lídia. Mas também Estela (Letícia Lima). Antes de conhecer Érica, ele mantinha um caso com a mulher responsável por pilotar seu avião particular. Ao descobrir que seu amante terminou com a esposa, mas com ela também, Estela parte para a vingança, o que acaba prejudicando sua carreira na aviação.

Raul e Érica vivem dias maravilhosos de romance. E o rico empresário vai conhecer um mundo muito distante do seu ao se envolver com a filha de Lurdes. Raul também está prestes a dar um grande passo em sua vida profissional. Amigo de Álvaro (Irandhir Santos), principal cliente de Vitória, ele está investido na expansão da PWA, sem saber das irregularidades cometidas pelo empresário do ramo do plástico.

Ryan: música é o que interessa

Ryan (Thiago Martins) é um jovem descontraído que vive com seu violão embaixo do braço. Ele tem duas grandes paixões: a música e Marina (Erika Januza). Seu objetivo profissional é viver bem às custas de seu trabalho como músico. Ele compõe e quando consegue toca em churrascarias para ganhar um dinheiro extra. Também dá aulas de musicalização infantil no espaço de Natália (Clarissa Kiste).

É muito parceiro dos irmãos e assim como eles admira sua mãe Lurdes e quer protegê-la a qualquer custo. Ele namora Marina (Erika Januza) e é apaixonado por ela. Os dois vivem um relacionamento sério, mas para Marina sua carreira como tenista está em primeiro lugar. Ela se desdobra para dar conta do trabalho como garçonete e dos treinos com Samuel (Gustavo Novaes) para conseguir se tornar uma campeã no esporte. Ryan fica desconcertado quando a namorada recebe uma proposta para morar em outro estado, o que abala o relacionamento dos dois.

Danilo, o filho superprotegido

Danilo (Chay Suede) foi criado por Thelma dentro de uma redoma de vidro. Ele ama muito sua mãe e atende suas expectativas de ser dependente dela. Danilo entende que o amor que ela sente é tão grande que acaba superprotegendo-o. Mas uma reviravolta em seu relacionamento com Amanda (Camila Márdila) o faz mudar de ideia.

Ele e Amanda, uma jovem muito inteligente que trabalha como secretária de Álvaro (Irandhir Santos) na PWA, estão juntos há algum tempo. Mas a jovem decide terminar o namoro e, ao conversar com Danilo, ela o aconselha a sair debaixo das asas da mãe, além de afirmar que essa dependência a fez desistir do relacionamento.

Danilo, então, começa a repensar sua vida. Ele deixa de trabalhar no restaurante de Thelma e acaba saindo de casa também. Isso tudo sem saber que a mãe descobriu um tumor inoperável. Ele não deixa de amá-la ou de dar assistência, mas quer seguir seu próprio caminho. Decisão que será muito difícil para Thelma aceitar.

Irmãs muito diferentes

Vitória é muito ligada às irmãs por parte de mãe, Miranda (Debora Lamm) e Natália (Clarissa Kiste). As três são muito diferentes, mas muito unidas. Vitória divide com elas todas as suas angústias e conta com as irmãs para tudo.

Miranda é uma mulher bem resolvida em seu casamento com o médico Matias (Milhem Cortaz). Eles são pais de Nicolas (Gabriel Palhares) e Tomas (Gianlucca Mauad), e ela optou por não trabalhar para se dedicar à casa, aos filhos e ao marido. Até que uma informação do passado chega para abalar as estruturas desse casal.

Já Natália é uma mulher que vive em conflito com a filha adolescente, Carol (Duda Batsow). Quando a menina era bem pequena, o pai foi embora e não teve qualquer participação na vida da adolescente. Natália sustenta a menina sozinha, é dona de um espaço para pais e filhos onde acontecem cursos para gestantes, aulas de musicalização infantil e outras atividades.

O pai de Carol é Durval (Enrique Diaz), um homem sem amarras sociais que vive de várias atividades diferentes. Ele se separou de Natália quando Carol era pequena e nunca mais teve coragem de se aproximar. Essa realidade muda quando ele conhece Thelma (Adriana Esteves) por acaso. Os dois se tornam amigos e ele a aconselha a incluir alguns itens em sua lista de desejos, ao saber que ela está com os dias contados. Já Thelma o convence a procurar a filha e resgatar esse laço perdido.

Davi: sustentável, sim!

Davi (Vladimir Brichta) é um ativista ambiental que faz da própria vida uma luta pela sustentabilidade. É responsável por um galpão de reciclagem de plástico e investiga empresas que jogam esgoto clandestino na Baía de Guanabara.

É num famoso bar do Bairro do Passeio que ele conhece Vitória. Ao se esbarrarem no lugar, a atração entre eles é forte. Os dois passam a noite juntos e acreditam que aquele momento ficará apenas na lembrança. Mas algum tempo depois, a advogada, que está se adaptando à nova vida com o filho Tiago (Pedro Guilherme Rodrigues), se surpreende ao descobrir a gravidez.

Sem concordar, mas seguindo o conselho das irmãs e de Lurdes, Vitória conta para Davi sobre o bebê, já desejando que ele seja um pai ausente. Mas não. Ele diz que será um pai presente e que criará a criança junto com ela. A filha aproxima os dois, que se veem apaixonados um pelo outro. Mas outra questão vai interferir no relacionamento de Davi e Vitória.

Álvaro, um cliente nada fácil

Vitória é uma advogada bem-sucedida que ganha muito bem por seu trabalho. Um de seus principais clientes é Álvaro (Irandhir Santos), dono da PWA, uma empresa que fabrica plástico. O objetivo dele é expandir a fábrica e, para isso, quer comprar vários imóveis do Bairro do Passeio, como o restaurante de Thelma (Adriana Esteves) e a escola onde Camila (Jéssica Ellen) trabalha. E Vitória segue com ele nessa empreitada. Ela nem sempre concorda, mas faz seu trabalho como acredita que deve ser feito. Muitas vezes, desconhece os métodos utilizados por seu cliente, mas sabe bem o que ele é capaz de fazer ao lado de seu comparsa Belizário (Tuca Andrada), policial corrupto que atua como segurança e faz-tudo do empresário.

Álvaro construiu sua fortuna e tem orgulho disso. É excêntrico e gosta de chamar atenção onde chega. Já em casa ele é amoroso e muito apaixonado pela namorada, Verena (Maria), uma jovem linda. Ela é uma mulher sensual que veio à vida a passeio e não tem vergonha de sua origem humilde. Verena só quer curtir a vida ao lado de Álvaro. Quando ela descobre que está grávida, fica assustada, acha que Álvaro não vai querer a criança. Mas ela se surpreende ao descobrir que ele não só aceita o bebê, como se mostra um marido carinhoso e dedicado.

No trabalho, Álvaro usar métodos controversos para conquistar o que deseja, ele burla todas as normas ambientais visando o lucro máximo de seu negócio. E por isso, Davi, pai da filha de sua advogada, é um grande empecilho para as ambições de Álvaro. Sendo assim, o empresário acaba se tornando um problema para a prosperidade do relacionamento de Vitória e Davi.

Primeira novela gravada no MG4

‘Amor de Mãe’ é a primeira novela gravada nos novos estúdios da Globo, inaugurado em agosto deste ano. Em uma área construída de 26 mil m², as novas instalações são uma comunhão do que há de melhor na indústria audiovisual com a expertise Globo, que desenvolveu, in house, soluções inovadoras no mercado mundial. O redesenho de processos de gestão e produção, aliados aos novos padrões de tecnologia, pretendem trazer maior flexibilidade para a produção de conteúdo da Globo.

Um dos principais benefícios do projeto é o desenvolvimento de um novo conceito de produção de dramaturgia, ampliando os recursos artísticos para a criação, direção e fotografia das novelas da Globo. Com cenários fixos, os módulos de gravação têm sets cenográficos integrados, imprimindo maior realidade para as produções. O espaço possibilita, por exemplo, que uma cena tenha continuidade em uma área externa de 4.000 metros quadrados. Ou, ainda, uma gravação contínua a partir de dois fossos cênicos – solução trazida de teatros internacionais – para dentro dos ambientes. Os estúdios ainda contam com portas de 8X6m, um padrão muito superior ao que existe atualmente no país, que exigiram o desenvolvimento de uma solução de blindagem acústica inédita no mercado.

Com 100% da energia vinda de fontes renováveis, o empreendimento é dotado de um telhado verde – que contribui para a economia de energia –, iluminação 100% a LED, equipamentos de ar condicionado eficientes e planta de energia solar. Além disso, conta com o reuso de água de chuva e ar-condicionado, tratamento de 100% dos efluentes gerados e coleta seletiva de lixo. Para o enriquecimento arbóreo do espaço foi promovido o plantio de 14 mil novas mudas.

Os estúdios são dotados de equipamentos wireless, eliminando os cabos de câmeras e microfones, o que garante maior mobilidade nas gravações, além de um set mais limpo. De olho no futuro, os três novos estúdios nasceram habilitados para os formatos 4K e 4K HDR – que oferece quatro vezes mais resolução do que o Full HD aliado às qualidades do High Dynamic Range, que com maior variação da latitude de cores traz imagens mais vivas e melhores níveis de contraste. Além da percepção de qualidade e da experiência mais imersiva, a produção em altíssima resolução facilita o trabalho de pós-produção.

Um viaduto que corta a cidade

É a primeira vez que uma cidade cenográfica construída nos estúdios da Globo é cortada por um viaduto. O fictício Bairro do Passeio, onde boa parte da trama se desenrola, foi inspirado em São Cristóvão, bairro do Rio de Janeiro, que abriga de fábricas têxteis a restaurantes tradicionais, passando ainda por uma feira de cultura nordestina e a Linha Vermelha, que atravessa o lugar e deu novos contornos ao espaço quando foi construída. “É o viaduto que determina o traçado da cidade cenográfica de nove mil metros que construímos nos estúdios da Globo. Eu e minha equipe fizemos várias visitas e levantamentos em São Cristóvão e, apesar de se tratar de um bairro fictício, reproduzimos algumas construções do lugar”, explica Alexandre Gomes, que assina a cenografia da novela.

“O mais marcante que destaco no trabalho que estamos fazendo no MG4 é que o cenário fixo permite que não tenhamos o desgaste de montagem e desmontagem diariamente. E, claro, nos dá a possibilidade de usar na cenografia materiais reais, como os pisos, as cerâmicas”, explica Gomes. A realidade dos materiais ajuda a construir o conceito da novela dirigida por José Luiz Villamarim que preza pelo realismo em todos os aspectos, da atuação à caracterização. Para que seu trabalho se aproxime o máximo possível da vida real, o produtor de arte Moa Batsow afirma que ele e sua equipe têm um “olhar de escolhas, não de interferências”. “Essa realidade passa muito pelo erro, e não por compor tudo certinho. Deixar um pedaço vazio faz parte. Deixar a cor errada idem”, explica Batsow. O produtor de arte também destaca a grande pesquisa que fizeram para a conclusão do cenário do personagem Davi (Vladimir Brichta): um galpão de reciclagem. O espaço fica localizado na cidade cenográfica e possui um amplo ambiente interno.

A diferença na personalidade das mães também é percebida por meio da cenografia e da produção de arte. “A casa da Thelma e o restaurante são datados. Ela só troca o que precisa. Já na casa da Vitória, você percebe que ali vive uma mulher de bom gosto e que tem condições de investir nisso. E na casa de Lurdes notamos muitas sobreposições. Um sofá que sempre está com capa para não estragar o estofado, já que é um móvel caro e ela não tem condições de trocá-lo. Ou uma mesa boa que ganhou de alguma ex-patroa, mas com cadeiras que não são de qualidade, por exemplo”, detalha Batsow.

Realidade como ponto principal

Como o diretor artístico José Luiz Villamarim afirma, a novela ‘Amor de Mãe’ é um “recorte da vida real”. E o conceito de trabalhar o mais próximo da realidade possível foi o ponto de partida também das equipes de caracterização e figurino. “É uma novela contemporânea, que o diretor parte do princípio da realidade”, explica a figurinista Marie Salles.

A novela apresenta três mães que se aproximam no amor que sentem pelos filhos, mas que vivem realidades muito distintas. E a diferença fica muito clara também nos figurinos. “A Lurdes é prática e não usa salto alto, também não sai de tênis. É uma mulher que precisa usar roupas confortáveis, mas não tem uma calça jeans em seu guarda-roupa, por exemplo”, adianta Marie.

Já Vitória é uma advogada sofisticada que precisa estar bem vestida para reuniões com os clientes. “Ela está sempre bem arrumada e é minimalista. Suas roupas e acessórios são de qualidade e percebe-se um investimento nisso, mas estar com o último grito da moda não é uma prioridade para ela”, explica a figurinista, que complementa sobre o figurino de Thelma: “O guarda-roupa de Thelma é parado no tempo assim como ela”.

Para Gilvete Santos, que assina a caracterização da novela, foi emocionante pensar no visual da personagem Lurdes. “Ela é uma mulher nordestina, assim como eu. É uma mãe coragem e guerreira e isso imediatamente me fez lembrar das mulheres da minha família”, conta. “A Lurdes é prática e não tem vaidade alguma. Então, o meu trabalho é fazer parecer que ela está absolutamente sem maquiagem. O cabelo dela é comprido e ela sempre carrega um prendedor para usar caso precise”, conta a caracterizadora.

No lado oposto de Lurdes, temos Lídia. Uma mulher rica e refinada que pode contratar uma maquiadora particular. “Ela é aquela mulher que não faz nada sem estar maquiada ou com o corte da moda”. Gilvete também comenta algumas mudanças de visual que foram feitas para a novela, sempre focando na verdade de cada personagem. “Fizemos um corte radical na Érica Januza. A Marina é uma mulher que se desdobra trabalhando como garçonete e treina muito para ser campeã de tênis. Nada melhor do que ela ter o cabelo bem curtinho”, finaliza a caracterizadora.

As vidas de Lurdes, Thelma e Vitória vão se entrelaçar em ‘Amor de Mãe’. A novela criada e escrita por Manuela Dias conta com a colaboração de Roberto Vitorino, Mariana Mesquita e Walter Daguerre, e supervisão de Ricardo Linhares. A direção artística é de José Luiz Villamarim, com direção de Walter Carvalho, Noa Bressane, Philippe Barcinski, Isabella Teixeira, Fellipe Barbosa e Kiko Marques.

Fique Por Dentro

Saiba tudo sobre sua Novela favorita, e os Resumos das tramas mais assistidas da nossa telinha aqui no Área VIP!



1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here