Helena e Adriano contam a João Carlos como planejaram a suposta morte. E comentam que graças a uma auditoria, descobriram as fraudes cometidas por Plutarco. Indignado, Adriano pergunta ao cunhado o porquê da traição e ele afirma que foi por vingança, por ele sempre ter preferido João Carlos. Rebeca entra e de arma em punho, obriga Plutarco a contar a todos que foram amantes e o que planejaram fazer com Antonia. Plutarco consegue desarmar Rebeca e faz Helena sua refém. Fernando flagra ladrões roubando a pensão de Mimi e chama a polícia. Ela chega e esclarece o que está acontecendo. Plutarco ameaça Adriano e exige que ele detenha a chegada da polícia. Mimi conta a Fernando que foi Adriano quem a raptou. E ele conta a Mimi que João Carlos fugiu da prisão. Rebeca fala para Plutarco que Onézimo é um traidor e que tem em seu poder os três milhões de dólares que ele roubou do Grupo Império. Mister Fairbanks entrega a Plutarco uma maleta com dinheiro. Ele foge levando Helena como refém e ameaça matá-la se alguém o seguir. Onézimo dirige o carro onde estão Plutarco e Helena. João Carlos os segue, consegue resgatar Helena e são surpreendidos por Plutarco. Onézimo chega ao hotel onde está Rebeca e ela insiste para que fujam juntos levando o dinheiro da fraude. Ao tentar fugir, Plutarco perde o controle da direção ao ver o fantasma de Antonia e sofre um grave acidente. Rebeca prepara uma armadilha para Onézimo e ele é preso.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here