Renato agradece Adriano por ter ajudado a se aproximar de seu pai. Plutarco vê Helena sair da pensão acompanhada por “Eva”. Onézimo mostra a Plutarco a matéria do jornal onde aparece a verdadeira “Eva” sendo presa. Helena confessa a “Eva” que nunca deixou de amar João Carlos. Onézimo diz Plutarco que “Eva” é cúmplice de Helena e João Carlos. Enquanto “Eva” recebe o prêmio de mulher do ano, Plutarco e Onézimo entram na pensão de Mimi. Lá ele encontra os apetrechos que João Carlos usa para se travestir e ele deduz que “Eva” e João Carlos são a mesma pessoa. Renato entrega a “Eva” um DVD como presente de casamento. Plutarco parabeniza Adriano pelo casamento e sugere que se certifique a noiva não vai faltar. No quarto de um hotel, Helena pergunta a João Carlos se ele seria capaz de voltar a enganá-la. Santiago, pelo celular, diz a João Carlos que encontrou a combinação do cofre de Plutarco. Durante a cerimônia de casamento, Adriano aceita “Eva” como sua esposa, mas é surpreendido quando a noiva diz não. O padre questiona “Eva”, que tira o disfarce e revela sua verdadeira identidade.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here