Adriano flagra Raul massageando “Eva” e enfrenta o rival. Cláudia agradece Eugênia por não permitir que seu pai a mandasse para um colégio interno. Plutarco aconselha Raul a ser mais discreto para que Adriano não desconfie que está interessado em conquistar “Eva”. Rebeca propositalmente cancela a apresentação de Marcela. Onézimo diz a Rebeca que na casa de Plutarco não encontrou nada que pudesse comprometê-lo. Sílvia e Eduardo assinam o divórcio. Adriano se surpreende quando Mister Fairbanks afirma esperar que o projeto da praia Majahua não seja destruído por causa das fraudes. Em Acapulco, Gabriel se aproxima de Rebeca para sugerir uma explanação sobre o turismo gay. Ela faz insinuações sobre a preferência sexual de Renato, mas ele nega. “Eva” aconselha Renato a aceitar sua condição e oferece seu apoio. “Eva” pressiona Rebeca e exige que pare de denegrir a imagem de Renato. Helena, com autorização de Adriano, cede uma parte do tempo de sua conferência para que Marcela possa apresentar a sua. Plutarco faz uma serenata para Helena e pede a ela uma nova oportunidade, mas ela o despreza. Helena fala a “Eva” que, depois de ler a tese de Antonia e o projeto do Grupo Império, está convencida que seu projeto foi roubado. Depois ela abre seu coração e confessa a “Eva” que gostaria que João Carlos estivesse com ela na festa da empresa. Por telefone, João Carlos tenta convencer Mimi a viajar para Acapulco. Plutarco paga um empregado para que abra a porta do quarto de Helena. Ao entrar, ele encontra tese de Antonia e se dá conta que Helena descobriu que seu projeto foi plagio de seu projeto.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here