Segundo Sol - Luzia (Reprodução/TV Globo)
Segundo Sol – Luzia (Reprodução/TV Globo)

Em Segundo Sol, Luzia (Giovanna Antonelli) vai ser condenada pela morte de Remy (Vladimir Brichta).

Neste momento da história, a mocinha terá visto o vilão andando pelas ruas de Salvador. Mas, sem nenhuma prova de que Remy está vivo, acabará incriminada pelo assassinato. No dia do julgamento, o promotor fará a acusação: “Hoje, neste tribunal, vamos confirmar que a ré, Senhora Luzia Batista, matou a facadas o senhor Remy Falcão, tendo sido flagrada pelo irmão da vítima, Beto Falcão (Emilio Dantas), e em seguida fugiu do local do crime. Vou inclusive demonstrar que Luzia foi equivocadamente inocentada no segundo julgamento pela morte de seu ex-marido, Senhor Edilei dos Santos (Paulo Borges)”.

Em seguida, a advogada de Luzia fará a defesa e Beto será chamado para depor. O músico, que já terá reencontrado o irmão, tentará provar que a mocinha é inocente: “Meu irmão Remy está vivo, isso eu garanto a todos. Luzia não esfaqueou, não matou Remy – dirá ele, que acrescentará. – E eu sou irmão de Remy, o senhor acha que eu não ia querer a punição de quem tivesse matado meu irmão? A farsa está do outro lado, promotor, daqueles que querem prejudicar Luzia, inclusive Karola (Deborah Secco), sim, as mesmas pessoas que perseguem ela desde o outro crime, quando compraram uma testemunha falsa. Luzia não pode ser presa, é uma injustiça, ela não matou ninguém, Remy está vivo”.

O promotor, então, apresentará provas: “Nós temos a arma do crime, temos o corpo, o laudo da necropsia, o registro da cremação, temos o depoimento, nos autos do processo, do próprio Beto Falcão de que encontrou a ré no quarto da pensão Relax, com a faca na mão, ao lado do corpo esfaqueado da vítima, de Remy, e o relato de Beto de que a ré fugiu sob seus olhos! O que mais precisamos pra condenar Luzia Batista? Esta mulher é uma assassina, uma ameaça à sociedade, vamos liberar ela pra que ela volte a matar, pra que faça sua terceira vítima?”

Após um recesso, a juíza receberá um envelope com a decisão do júri: “A ré Luzia Batista, acusada do assassinato do Remy Falcão, foi considerada, por este tribunal, culpada. Feitas as devidas considerações e reiterando que o Tribunal do Júri reconheceu a ré Luzia Batista culpada, declaro, por sentença, a pena de reclusão por homicídio doloso fixada em seis anos devendo ser cumprida no presídio”.

Luzia protestará: “Isso é muito injusto, eu sou inocente, eu não matei ninguém”.

Confira o resumo do capítulo desta terça-feira (09/10):

Quinho leva Beto e Groa até Jennifer, e a menina confirma que Emily é uma farsa criada por Laureta. A moça afirma a Beto que seu filho com Luzia é um menino e está vivo. Roberval desconfia de que Zefa conhece Laureta. Valentim questiona Karola sobre seu possível envolvimento na mentira contada por Rosa. Manuela e todos os moradores do casarão repreendem o comportamento de Ícaro e Rosa. Beto revela a Luzia o que Jennifer lhe contou, e garante que encontrará o filho dos dois. Selma pede para reatar com Maura, que confessa estar confusa com seus sentimentos. Tomé chega à casa de Laureta. Agenor destrata Severo no conjunto habitacional abandonado. Ionan revela a Naná que o pai biológico de Badu é Natalino. Edgar e Roberval se agridem.

Veja também:

Segundo Sol: Luzia e Beto descobrem que Valentim é o filho roubado
Segundo Sol: Karola descobre que Remy está vivo e eles se unem contra Laureta
Resumos de Segundo Sol– Semana de 15/10 a 20/10





DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here