Chico Pinheiro - Divulgação/TV Globo
Chico Pinheiro – Divulgação/TV Globo

O jornalista Chico Pinheiro saiu do mais assistido jornal da televisão aberta brasileira, o ‘Jornal Nacional’. Segundo o Jornal Agora São Paulo, a equipe que faz plantão aos sábados e feriados mudará novamente.

Ainda segundo o jornal, após 20 anos revezando na bancada, Chico Pinheiro deixará o posto, por decisão da direção da Globo. Com a saída de Garcia e Pinheiro, Dony de Nuccio, do ‘Jornal Hoje’ e Flávio Fachel, do ‘Bom Dia Rio’, passarão a apresentar o noticiário nas folgas do titular, William Bonner.

Segundo o jornal, os dois jornalistas se juntam a Rodrigo Bocardi e César Tralli. Com isso, Chico Pinheiro deixa de dar expediente aos fins de semana, já que o ‘Bom Dia Brasil’, apresentado por ele, vai ao ar de segunda a sexta.

Colega demitido

No último dia 28, o apresentador e jornalista Alexandre Garcia foi demitido da Rede Globo após 31 anos trabalhando na emissora. O diretor de jornalismo da Globo, Ali Kamel, emitiu um comunicado falando sobre a saída de Garcia e agradecendo por todos os serviços prestados na emissora.

“Em decisão muito refletida, depois de quase 31 anos de trabalho aqui na Globo, Alexandre decidiu deixar a emissora para amenizar um pouco o seu ritmo frenético de trabalho. Diante do trabalho exemplar ao longo de todos esses anos, é uma decisão que respeito. Ele deixa um legado de realizações que ajudaram o jornalismo da Globo a construir sua sólida credibilidade junto ao público. O trabalho na Globo foi a sequência de uma vida profissional que poucos podem ostentar”, dizia o comunicado do diretor.

Elogio para Bolsonaro

Segundo a jornalista Keyla Jimenez, do postal R7, os boatos sobre a saída do jornalista ganharam força no início do mês, quando o jornalista ignorou todas as normas editorias da rede Globo e publicou um texto nas redes sociais soltando elogios ao presidente Jair Bolsonaro.

“O candidato havia sido esfaqueado para morrer, nem fez campanha, não tinha horário na TV, nem dinheiro para marqueteiro. Mas ficou à frente do outro em 10 milhões de votos. Ainda não se recuperou da facada, a nova intentona; precisa de mais uma cirurgia delicada, mas representou a reação da maioria que não quer aquelas ideias que fracassaram no mundo inteiro, que mataram milhões para se impor e ainda assim não se impuseram”, escreveu Alexandre Garcia.

E completou “O que minha mãe nunca viu é que antes mesmo de o vitorioso tomar posse, as ideias vencedoras da eleição já se impõem. Policiais que tiram bandidos das ruas já são aplaudidos pela população; juízes se sentem mais confiantes; pregadores do mal já percebem que não são donos das consciências; as pessoas estão perdendo o medo da ditadura do politicamente correto, a sociedade por si vai retomando os caminhos perdidos, com a mesma iniciativa que teve na eleição de outubro, sem tutor, sem protetor, sem condutor. Ela se conduz”.

Pelo Twitter, Jair Bolsonaro compartilhou o texto e agradeceu ao jornalista. “Grato pela menção e reflexão, Alexandre Garcia! Um forte abraço!”, escreveu Bolsonaro.

Confira também:

Chico Pinheiro comete gafe durante o “Bom Dia Brasil”



3 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here