Filme Sob Pressão (Páprica Fotografia)
Sob Pressão (Páprica Fotografia)

Uma das estreias mais assistidas ultimamente no canal aberto, a série ‘Sob Pressão’ estreia no primeiro dia do ano de 2019 na Argentina.

A produção da Rede Globo será exibida pela emissora Telefe em horário nobre, às 21h45. A emissora de lá divulgou nas redes sociais a primeira chamada de “Bajo Presión”, título em espanhol da série, e anunciou que levará ao ar diariamente, e não toda semana como é aqui no Brasil.

“Chega a Telefe uma história de sucesso no mundo! Casos reais, abusos, doenças, maus-tratos. Nove dias, nove capítulos. Uma equipe de médicos estará ‘Sob Pressão'”, disse a primeira divulgação no país dos Hermanos.

A Argentina será o segundo país fora do Brasil que assistirá à série. Em setembro, o drama foi ao ar pela Teleamazonas, rede de televisão do Equador.

Após a primeira temporada de ‘Sob Pressão’, com nove episódios, a Telefe exibirá ‘Verdades Secretas’, novela das onze e chamada de “supersérie” produzida em 2015 também pela Rede Globo.

A coprodução da Globo com a Conspiração Filmes acumula conquistas no Brasil (três Troféus APCA) e no exterior (quatro prêmios de melhor série no FIPA, festival audiovisual na França). O jornalista Mauricio Stycer, do site Uol, divulgou anteriormente que ‘Sob Pressão’ terminará na terceira temporada, em 2019.

Marjorie Estiano

Ao jornal O Globo, Marjorie Estiano, que interpreta a médica Carolina, contou em uma entrevista recentemente sobre o seriado e que é complicado se distanciar da personagem ao fim das gravações.

A realidade de ‘Sob pressão’ é a da grande maioria dos brasileiros. Eu vivi essa experiência filmando a série durante todo o ano de 2018 e não aguentaria muito mais do que isso sem intervalo. São sequências bastante pesadas. Acho que agora entendo melhor o distanciamento que alguns médicos desenvolvem em relação aos pacientes. Os profissionais que nós interpretamos são completamente envolvidos com eles. Avaliando o ano, acredito que não fui bem-sucedida nesse desprendimento das cenas. Sonho direto com o hospital, com as emergências“, falou ela.

Ela falou também sobre o futuro do país. “Por pior que seja o que está se revelando, é mais eficaz encarar a realidade, e eu tendo a acreditar que isso tudo vem construindo um brasileiro mais participativo. Não tenho a ilusão de mudanças drásticas e repentinas. Transformação é construção. Mas, independentemente de qualquer coisa, não existe quem possa conter esse movimento mundial de sobrevivência. A mulher já é uma mulher diferente, o negro é diferente, nossa sexualidade e nossa identidade estão mais esclarecidas etc. Isso não será contido, encontrando maior ou menor dificuldade“, finalizou a atriz.

Confira também:

Segunda temporada de ‘Sob Pressão’ terá grandes cenas fora do cenário do hospital



1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here